Atualizado em: 1 abril 2011

Nossos rastros na Internet

Infinitos cadastros, senhas, fotos, avatares, perfis, assinaturas e outras coisas, associam nossa vida real com uma vida virtual. Por isso percisamos gerenciá-la com atenção

imagesAo longo do tempo é normal que o usuário médio da Internet deixe muitos rastros na Grande Rede. São infinitos cadastros, senhas, fotos, avatares, perfis, assinaturas e outras coisas que associam nossa vida real com uma vida virtual.

Eventualmente, podemos deixar alguma informação na rede que se torna inconveniente. Por exemplo, uma mulher poderia ter um perfil num fórum, eu cuja assinatura ela escreveu “Eu amo o João”, porém o tempo passou e agora ela está apaixonada por Pedro, que não ficará satisfeito se um dia encontrar a referida assinatura.

publicidade:

Pior ainda para um ex-usuário de drogas ou alguém cujo comportamento pregresso poderá lhe arruinar as chances de conseguir um novo emprego.

 

O QUE FAZER?

Temos que fazer o caminho que um eventual “detetive” faria ao procurar pelos nossos rastros virtuais. Procuremos pelo nosso nome no Google, Google Imagens, Bing, Yahoo, Facebook, Orkut e tudo mais que possamos imaginar. Usemos nosso nome completo e variantes dele, principalmente se tivermos nomes compostos. Outro critério de busca serão os nossos e-mails, apelidos, números de telefone, endereço ou outra coisa pessoal que lembremos de ter inserido em algum lugar, algum dia.

Descoberto algo, na maioria das vezes o site que tem a informação indesejada exigirá nosso login e senha. Caso não lembremos, então usamos o link esqueci a senha, e se não existir, é o caso de entrar em contato com os administradores e pedir informações sobre conseguir novamente acesso às nossas informações, ou pedir diretamente para que sejam apagadas.

O processo é extenuante e demorado, e os resultados normalmente não são conseguidos do dia para a noite. Há ainda o fato do Google não remover suas informações dos resultados de busca imediatamente. Pode levar até meses, pelo que, é importante fazer regularmente uma varredura preventiva.

 

ANIVERSÁRIO PODE AJUDAR

O dia do nosso aniversário é particularmente interessante para lembrar onde temos cadastros. É normal que organizações nos enviem um e-mail nos parabenizando pela data especial. Ai, podemos ir até estes sites, e apagar nosso cadastro. Ou não, como diria Caetano Veloso.

Outras datas interessantes para o mesmo objetivo, são o Natal e o Ano Novo.

 

PERFIS ALTERNATIVOS

Uma coisa interessante a se fazer é criar um tipo de pseudônimo, onde poderíamos criar um personagem para interagir em determinado site. Seriam os tais fakes, porém com um propósito mais salutar.

A não ser que tenhamos o objetivo de tornar nossa pessoa conhecida por alguma razão, não tem problema se inscrever naquele fórum sobre fotos de mulheres sendo amarradas com seu nome verdadeiro, isto também vale para outros comportamentos que poderiam lhe causar problemas com mentes mais conservadoras. Lembre-se que, no ciberespaço, sua vida pode ser trazida à tona com meia dúzia de cliques.

 

EVITE DAR INFORMAÇÕES

Para que preencher informações mil nos seus perfis? Vai que hoje você gosta de espancar gatos e amanhã resolva gostar de torturar macacos albinos da Nova Guiné? Seus amigos espancadores de gatos vão achar que você é um traidor, e seus novos amigos torturadores poderão não te aceitar na tribo por conta de uma rivalidade antiga.

Brincadeiras a parte, nós mudamos ao longo da vida. O que nos parecem verdades absolutas hoje, amanhã parecerão loucura, isto vale principalmente para a galera adolescente e jovem, que precisa conquistar seu espaço no mercado de trabalho, e as melhores posições sempre acabam passando por uma pesquisa na grande rede.

É isso. Só dê informações essenciais, crie pseudônimos ou perfis alternativos para não se expor, e adote o hábito de gerenciar sua vida online, que, diferente da vida real, fica gravada e ao alcance de poucos cliques.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook