Atualizado em: 6 setembro 2011

Governo quer ampliar acesso à web, com lan-houses

O Ministério das Comunicações estuda maneiras de fomentar esses empreendimentos, além do incentivo a parcerias com governos estaduais e municipais.

Não é de hoje que as lan houses vem aproximando a classe mais baixa para o mundo virtual, e o governo agora quer usar desse artifício para ampliar o acesso à web para que a universalização da internet seja alcançada. Para isso, o Ministério das Comunicações estuda maneiras de fomentar esses empreendimentos, além do incentivo a parcerias com governos estaduais e municipais.

“Além da construção e ampliação de telecentros, também podemos avançar na qualificação das lan houses como espaço público”, afirmou hoje o secretário executivo do ministério, Cezar Alvarez. Essa, sem dúvidas, pode ser uma grande oportunidade para que a classe menos favorecida tenha ainda mais acesso a internet podendo assim ter contato com o mundo, e ainda mais podendo ter a possibilidade de conhecer cada vez mais sobre o mundo.

publicidade:

Para que o projeto dê certo, está sendo estudadas algumas medidas, como preços diferenciados de acesso à rede da Telebrás e o apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) a estes empreendimentos.

Apesar de tudo, o secretário Alvarez ainda lembrou que algumas cidades proíbem a abertura de lan houses nas proximidades das escolas, considerando o estabelecimento como uma mera casa de jogos. O melhor caminho, apontou o secretário, seria a busca de acordos com as administrações municipais para que os alunos possam utilizar o espaço de maneira complementar. “Queremos discutir alternativas para que esses empreendedores tenham renda, capacidade de manutenção e qualidade nos serviços.”

Por fim, algo que é necessário deixar bem claro é que o governo precisaria reduzir também a carga de impostos sobre celulares e televisores para conseguir de fato universalizar o acesso à banda larga no País.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook