Atualizado em: 10 fevereiro 2012

Google Drive pode estar sendo preparado para lançamento

O serviço deverá ser gratuito, porém com opções de planos pagos com maior capacidade de armazenamento, e provavelmente, recursos adicionais.
Você Sabia?
Dropbox. SkyDrive e Amazon Cloud Drive são serviços para armazenamento de arquivos. São baseados no conceito de "computação em nuvem" ("cloud computing").

A gigante da Internet estaria perto de lançar o Google Drive, um sistema de armazenamento em nuvem. O lançamento irá ocorrer nos próximos meses, segundo fontes familiarizadas com o assunto, e será posicionado  com serviços como o Dropbox. A intenção é fornecer uma plataforma para armazenar arquivos pessoais na nuvem para usuários de smartphones.

As plataformas de armazenamento de computação em nuvem estão se tornando cada vez mais necessárias, tendo em vista o aumento do uso de smartphones e tablets. Estes dispositivos têm uma capacidade, como desktops ou laptops, mas também podem adicionar memória flash ou discos rígidos, acessórios que podem prejudicar a portabilidade.

publicidade:

Como na maioria das tendências emergentes relacionadas com a Web, a Google quer estar presente. Como já foi dito por fontes anônimas, à companhia prepara o Google Drive, um serviço que cumprem a função de proporcionar armazenamento baseado em computação em nuvem, como explicado pelo jornal norte-americano, The Wall Street Journal.

Suposta captura de tela da interface do Google Drive

Suposta captura de tela da interface do Google Drive

Semelhante a outros players do mercado

Atualmente já existem sistemas que oferecem este serviço aos usuários, como Amazon Cloud Drive, Dropbox, ou SkyDrive. O Google Drive irá oferecer serviços semelhantes, onde os usuários podem enviar fotos, vídeos e outros arquivos para os servidores da empresa , permitindo ao usuário acessá-los onde quer que estejam, não importa qual dispositivo usem.

Este serviço também permitirá compartilhar arquivos com outros usuários. Em vez de enviar um documento por e-mail, podemos enviar apenas o link para o local no Google Drive, de acordo com as mesmas fontes que tornaram a informação pública.

O serviço deverá ser gratuito, porém com opções de planos pagos com maior capacidade de armazenamento, e provavelmente, recursos adicionais.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook