Atualizado em: 3 agosto 2010

Google Analytics Tutorial

Google Analytics é um serviço gratuito oferecido pela Google no qual, ao ativar-se o serviço por intermédio de uma conta do Google, e ao cadastrar-se um site recebe-se um código para ser inserido na página cadastrada e, a cada exibição, estatísticas de visitação são enviadas ao sistema e apresentadas ao dono do site.

publicidade:

Foi criado principalmente como um auxilio aos webmasters para otimizar seus sites para campanhas de marketing e para o Google AdSense.

O sistema foi modelado com o sistema de estatísticas Urchin, da Urchin Software Corporation, adquirida pela Google em abril de 2005.

Ainda hoje o sistema Urchin original para instalação em computadores é vendido pela Google como um novo pacote.

O Analytics é capaz de identificar além da tradicional taxa de exibição e hit de uma página, localização geográfica do visitante, forma com a qual chegou à página (através de links de outros sites, buscador, AdSense ou diretamente pelo endereço), sistema operacional, navegador, navegador e sistema operacional combinados e suas versões, resolução de tela, Java script habilitado, reprodutor de flash instalado, entre outros, em períodos diários, semanais, mensais e anuais.

O Sistema conta com um breve código Java script em cada página do site que o visitante acessar.

Este código envia os dados ao Analytics, que, por sua vez, os transmite ao dono. A cada novo site cadastrado no sistema, o Google Analytics varre o código-fonte em busca do código fornecido.

Caso não encontre ele continua acessando a página periodicamente até encontrar a seqüencia de caracteres prevista. Caso não a encontre, o sistema não fornecerá dados ao cadastrante.

Isto serve como uma forma de confirmar que somente o dono da página cadastre seus sites e somente ele tenha acesso aos dados.

Abaixo você confere um tutorial básico para você começar a utilizar o Google Analytics!

A primeira coisa necessária pra ter acesso ao Google Analytics é necessária ter uma conta do Google. Se já tiver acesso ao gmail, Orkut, ou outra ferramenta do Google, certamente você conseguirá entrar sem problema.

  • Preenchimento dos Dados Cadastrais

O próximo passo agora é entrar com os seus dados cadastrais. Digite o nome da sua conta de modo expressivo, pois ao inscrever muitos sites, é por esse nome que irá identificá-los dentro do Google Analytics, e este campo será utilizado na impressão dos relatórios.

É necessário informar também de forma correta dados do país, e assim de fuso horário, pra ter precisão nos horários de maior acesso dos usuários.

Também é necessário informar alguns dados pessoais para finalizar a criação da conta. Em sua política de privacidade o Google se compromete em não divulgar estes dados. Leia atentamente o contrato dos termos de serviço, se concordar com o mesmo, assinale a caixa de diálogo.

Clique no botão “Criar nova conta” para finalizar a criação da sua conta no Google Analytics.

  • Tracking Code do Google Analytics

Agora que você criou a sua conta, o próximo passo é clicar em “Adicionar um Novo Site”.

Para que o seu site possa ser rastreado pelo Google Analytics é necessário inserir um Tracking Code ( código de monitoramento ) nas suas páginas no meio do seu código HTML. Ele é fornecido gratuitamente pelo Analytics, basta copiar e colar o código que aparecer na tela.

É interessante lembrar que o Tracking Code funciona mais ou menos como um DNA do seu site, cada vez que você for cadastrar um novo site no Google Analytics um novo Tracking Code será gerado.

DICA:

Para evitar inserir o código manualmente, inclua em seu footer, que será o mesmo em todas as páginas, assim evita transtornos.

  • Tela Geral dos sites vinculados a conta do Google Analytics

Está será a tela inicial após loggar no Google Analytics. Você terá acesso a todos os sites cadastrados para monitoramento.

Na tabela de perfis do site, terá um breve resumo do mesmo: nome, domínio, link para relatórios, seguido do status de seu monitoramento. Nesta tela temos as seguintes opções:

Visualizar Relatório: você será direcionado a página com a visão geral do status de seu site.

Editar: vão para a página do Google Analytics de configuração do perfil, para alteração dos dados relevantes ao site, as metas de conversão, e aos filtros. Também exibe os usuários que podem ter acesso.

Adicionar perfil de site: adicionar novo site para monitoramento, ou editar um pefil existente.

Gerenciador de usuário: define quais usuários tem acesso aos determinados sites, e o tipo de acesso que possuem.

Gerenciador de filtros: permite que você organize os dados obtidos pelo relatório.

  • Painel do Site do Google Analytics

Está é a visão geral dos relatórios, com os dados mostrados de forma mais prática:

Temos o gráfico geral dos acessos durante últimos 30 dias, que também pode ser editado para analisar aspectos semanais ou diários.

Na tabela de “Uso do site”, temos o número total de visitas por IP´s distintos, o número total de exibições por página, a média de Páginas/Visita. É apresentada também a taxa de rejeição, que são os usuários que navegam por menos de 1 minuto na sua página. O tempo médio que ficam em seu site, e a porcentagem de novas visitas.

Temos também o gráfico da “Visão geral dos visitantes”, na qual o Google Analytics permite um relatório mais detalhado do mesmo, bastando clicar no link situado logo em baixo.

Na “Cobertura do mapa” temos a dimensão dos visitantes do site. A partir do IP do mesmo, é traçado a localização de cada visitante no mapa mundi. O Google Analytics também permite um relatório mais detalhado do mesmo.

É analisada em gráfico de pizza a “Visão geral das fontes do tráfego”, na qual é verificado por onde o internauta encontrou o site. Seja pelos mecanismos de busca, seja por links externos, ou até mesmo por acesso direto. É possível verificar detalhadamente as principais fontes de tráfego, seguidas também das keywords utilizadas nos mecanismos de busca.

Há possibilidade de verificar na “Visão geral de conteúdo” as páginas de seu site e a porcentagem de visitas nas mesmas.

DICA:

Insira o arquivo robots.txt de modo que ele bloqueie as páginas que você não deseja que os mecanismos de busca indexem.

Tomara que com esse tutorial vocês consigam utilizar o serviço! Boa sorte!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook