Atualizado em: 4 abril 2012

Feirabook - A rede social de Feira de Santana na Bahia

A nova mania da cidade de Feira de Santana é a rede social Feirabook que já tem aproximadamente 300 usuários
Você Sabia?
Primeiro, no ano de 2002 veio Mark Zuckerberg com o Facebook, mas em 2004 a Google lançou o Orkut, que por sinal fez sucesso antes e agora a novidade do momento e o Feirabook criado em 2012 por um estudante de Sistemas de Informação. Isso representa um pouco da evolução da internet.
Feirabook

Feirabook, a nova rede social de Feira de Santana, na Bahia (Foto: Divulgação)

Por lá eles preferiram ser diferentes e a febre das redes sociais fez com que o Feirabook fosse criado para usuários de Feira de Santana, na Bahia. Esse tipo de site já não é mais novidade, mas uma coisa chamou a atenção. Por qual motivo uma cidade criaria sua própria rede social?

A empresa que criou o Feirabook chama-se 3it Systems e seu idealizador que não se identificou com o próprio nome é formado em Sistema de Informação. Segundo informações ele já havia pensado em fazer algo novo para a comunidade, mas ainda não tinha formulado bem a ideia, após assistir ao filme Rede Social, que conta a história de Mark Zuckerberg, criador do Facebook, ele se decidiu.

publicidade:

A rede social de Feira de Santana nasceu recentemente, em 6 de março de 2012 e segundo seu próprio criador está fazendo sucesso entre os internautas da Bahia e o retorno tem sido gratificante. Até agora foram mais de 3.600 visualizações e 300 contas foram abertas.

Quem pode participar do Feirabook

Ao contrário do que muitos podem pensar todo mundo pode ser um usuário do Feirabook, a intenção do site é fazer com que as pessoas se unam através de interesses comuns pela cidade de Feira de Santana, o importante mesmo é conhecer pessoas de diversos lugares.

Mais vantagens aos feirenses

Qualquer usuário natural de Feira de Santana pode através do Feirabook vender e comprar produtos e serviços pelo site sem cobrança alguma. Além de todos os usuários poderem estar se conectar diretamente de lá para o famoso Facebook.

As coisas ainda estão acontecendo, mas os moradores já veem vantagens e acham o máximo poder se aproximar de pessoas que ao mesmo tempo estão perto e longe.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook