Atualizado em: 28 janeiro 2012

FBI quer aplicativo que monitora redes sociais

Conforme anunciado em seu site, o objetivo é construir uma aplicação que monitora as informações que são canalizadas para as redes sociais.
Agentes do FBI

Agentes do FBI

Uma das mais importantes agências governamentais de segurança do mundo, o FBI, abriu uma competição para criar um aplicativo que varre as redes sociais em busca de ameaças. O programa deve ser capaz de fazer buscas automáticas no Facebook e no Twitter com palavras-chave que forem pré-determinadas, assim como traduzir termos para o Inglês.

Recentemente ficamos sabendo que o Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos monitora rotineiramente o Twitter, Facebook e outras redes sociais. A polícia em Nova York, por sua vez, também anunciou que irá monitorar essas plataformas, a fim de evitar crimes.

publicidade:

No entanto, o plano do FBI vai além. Conforme anunciado em seu site, o objetivo é construir uma aplicação que monitora as informações que são canalizadas para as redes sociais. Tudo com a intenção de descobrir ameaças e impedir situações de crise.

FBI considera as redes sociais sua principal fonte de inteligência

“As redes sociais se tornaram a principal fonte de inteligência, porque elas são a primeira resposta para eventos-chave e os principais alertas para potenciais situações que estão ocorrendo”, informou o FBI em um documento oficial pelo seu centro estratégico de informações.

As informações postadas em sites de mídia sociais são de acesso público e  geradas voluntariamente, de forma que se consistem em fontes que devem ser levadas em consideração e com grande potencial de fornecer dados relevantes para a segurança pública.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook