Atualizado em: 7 março 2012

Está em vigor a nova política de privacidade da Google

As mudanças foram anunciadas há mais de um mês, e durante este tempo a companhia se encarregou de conduzir a campanha de educação mais extensa da sua história.
Você Sabia?
Os anúncios exibidos pela Google são escolhidos de acordo com o conteúdo do site, a localização geográfica do usuário entre outros fatores, e acaba gerando um anúncio menos intrusivo que a maioria dos banners e de acordo com o conteúdo da página, o que o tornou um método popular para oferecer anúncios.

A atualização que simplifica a política de privacidade de quase todos os serviços da Google já está valendo. Com esta nova política, as buscas no Google ou no YouTube, por exemplo, serão coordenadoas. A empresa alega que os usuários não vão notar nenhuma diferença, mas a mudança vai permitir a empresa melhorar seus produtos.

As mudanças foram anunciadas há mais de um mês, e durante este tempo a companhia se encarregou de conduzir a campanha de educação dos usuários mais extensa da sua história, apenas para explicar a nova política de privacidade da Google.

publicidade:

Política de privacidade do Google

No entanto, Alma Whitten, diretora de privacidade da Google, reconheceu que, apesar de este trabalho, tem havido muita confusão. Por isso, a companhia publicou um artigo em seu blog, explicando os pontos mais importantes.

Assim, a primeira coisa que está sendo enfatizada é a facilidade de compreensão da nova política (do pondo de vista da Google), pois foram incluídos os detalhes chave de mais de 60 produtos em um único documento.

Whitten garante que esta nova política de privacidade lhes permite “construir uma melhor e mais intuitiva experiência de usuário em toda Google para usuários registrados”. Deste modo, pode-se combinar a história do YouTube e do Google com outras informações da conta do usuário.

Diretora de privacidade garante que nada muda

No entanto, Whitten também lembrou que a nova política não altera as configurações de privacidade existentes ou passa a compartilhar qualquer informação pessoal fora da Google. Neste sentido, explica que nenhuma informação nova ou adicional será coletada sobre dos usuários, e que a empresa não irá vender dados privados, continuando a proteger os usuários com métodos mais seguros.

A única coisa que precisaria ser explicada ao usuário, é que a nova política de privacidade permite que a Google obtenha o direito legal de combinar o histórico comportamental dos seu usuários para exibir anúncios cada vez mais personalizados, aumentando assim o valor que podem cobrar dos anunciantes.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook