Atualizado em: 30 janeiro 2012

Amigos virtuais não ajudam em tempos de crise

Segundo as informações divulgadas por um instituto, os jovens dos dias atuais costumam contar com o apoio das pessoas adicionadas no Facebook.
Amigos virtuais não servem para ajudar

De acordo com um estudo, a maioria das pessoas não recebe apoio das pessoas ligadas somente no Facebook.

Apesar de ter centenas de pessoas no seu perfil do Facebook, muita gente costuma confiar em poucos amigos virtuais para pedir ajuda em algum momento delicado, como problema de saúde ou falecimento de entes queridos. Essa afirmação é feita pela Macmillan Cancer Support que realizou um estudo com vários jovens se é possível contar com um ombro amigo de indivíduos que estejam adicionados na famosa rede social.

O estudo

Para chegar nessa conclusão, a instituição entrevistou mil pessoas (de 18 até 35 anos de idade), que tinham em média 237 amigos no Facebook, sobre as dificuldades encontradas após saber que ele ou que alguma pessoa da família seja diagnosticada com câncer. No total, apenas 25% das pessoas que participaram da pesquisa afirmaram que tem somente um amigo de verdade na rede social. O estudo também revelou que uma em cada oito pessoas entrevistadas não tem ninguém que possa contar virtualmente.

publicidade:

De acordo com Elspeth Atkinson, que é uma pessoa ligada a Macmillan Cancer Support, é essencial para qualquer pessoa ter muitos amigos que podem te apoiar durante algum momento complicado. “É importante que, ao passar por algo difícil, como eles próprios ou membros da família receberem um diagnóstico de câncer, os jovens falem abertamente sobre o que está se passando, assegurando obter o apoio de que necessitam”, comentou Atkinson.

Segundo as informações do jornal responsável por publicar a pesquisa, Simone Black, de 42 anos, comentou no Facebook que estava pensando em tomar uma overdose. Apesar de ter mil pessoas adicionadas na rede social, a mulher não recebeu apoio e nenhuma visita. No Natal de 2010, ela acabou se matando.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook