Atualizado em: 27 janeiro 2012

Amazon pode concorrer com o Google Analytics

A Amazon quer ir além dos serviços na nuvem e adicionar um software de análise para atender às necessidades da empresa e seus clientes.
Fachada da sede da Amazon

Fachada da sede da Amazon

A empresa Amazon estaria considerando a possibilidade de lançar as suas próprias  ferramentas de análise de dados estatísticos. No mesmo estilo do Google Analytics, a Amazon poderia criar uma ferramenta para os clientes da Amazon Web Services, a sua divisão de serviços de Internet.

O crescimento da Amazon como varejista do comércio eletrônico parece um trem sem freios. Embora o e-commerce ainda seja uma área emergente, a Amazon.com tornou-se a loja online que mais vende no mundo inteiro. Mas este não é o único serviço que empresa oferece.

publicidade:

Novo datacenter em São Paulo. Experiências positivas

Data Center

Data Center

A empresa possui uma área destinada a prestar serviços na nuvem para empresas e até mesmo para particulares chamada Amazon Web Services, que além de ter uma base muito bem consolidada nos EUA, recentemente inaugurou um datacenter em São Paulo, em 15 de dezembro.

Este editor colocou todos os seus sites e de clientes rodando em um servidor dedicado, e, em favor da empresa, tem a dizer que o serviço é barato, flexível, absolutamente personalizável e pôde perceber um aumento significativo da velocidade de acesso.

Os serviços da Amazon Web Services (AWS) atendem desde clientes particulares muito pequenos com eu, até grandes empresas com necessidades muito significativas de hardware. A Amazon tem poder suficiente para rodar todos os grandes sites do Brasil em suas máquinas com ótima performance, por exemplo.

Por enquanto são rumores, mas as chances de materialização são grandes

analyticsVoltando ao assunto, a Amazon quer ir além dos serviços na nuvem e adicionar um software de análise para atender às necessidades da empresa, conforme registrado pelo jornal norte-americano New York Times. Por enquanto, um porta-voz da empresa não quis comentar sobre seus planos, e descreveu essa possibilidade como “rumor e especulação”.

“Amazon tem a experiência e poder de computação para fazer algo assim”, disse o vice-presidente da empresa de pesquisas Forrester, Kyle McNabb.

Não ficou claro se além de fazer a análise dos seus próprios produtos, o novo serviço que a Amazon poderia lançar também estaria disponível para uso público, tal como acontece com o Google Analytics.

Analistas dão sinal verde

Analistas disseram que não seria difícil para a Amazon oferecer este serviço, uma vez que muitos dos principais produtos da empresa já estão no Amazon Web Services, e outras aplicações serão migradas para lá. “Dada a grande quantidade de dados e os poucos usuários qualificados para analisá-los, alguém que ofereça tal serviço pode atrair um grande número de empresas”, disse McNabb. “A Amazon é um candidato perfeito para fazer isso funcionar”, conclui.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook