Modificado em: 15 setembro 2011

Agora podemos seguir pessoas no Facebook

Agora será possível seguir pessoas no Facebook, tal como acontece no microblog Twitter. Não será necessário que ela nos aceite como amigos.

317429-facebook-subscribeO Facebook anunciou nesta quarta-feira (14), que irá adicionar a função “Subscribe” (provavelmente será “assinar” ou “seguir” em português) para que os membros da maior rede social do mundo possam acompanhar os comentários públicos de pessoas que não são suas amigas, tal qual é possível fazer no microblog Twitter.

Essa função, que também permitirá que pessoas filtrem melhor o fluxo de mensagens dos amigos, é a última de uma série de modificações que o Facebook incorporou, e mostra a preocupação da rede de Mark Zuckerberg com o rival, Google + (lê-se Google Plus), lançado em 28 de Junho.

Antes do Google +, o Facebook vinha fazendo atualizações pouco frequentes e não demonstrava tanto interesse em atender os apelos dos usuários. Porém, estamos vivendo uma outra era conforme podemos observar.

“Até agora não era fácil escolher exatamente o que você vê em seu mural de notícias”, disse o diretor-gerente de produto para o Facebook, Blake Ross, em um blog. “Também não era possível se manter atualizado sobre as pessoas que nos interessam, mas não conhecemos pessoalmente, como jornalistas, artistas e figuras políticas… Com a função de inscrever-se, se torna mais fácil fazer ambas as coisas”, complementou Ross.

A função “Subscribe” aparecerá nos perfis do Facebook nos próximos dias, permitindo aos usuários acompanhar as atualizações das pessoas que lhe interessam, sem necessariamente ser necessário que esta a aceite como um amigo desta rede social.

“Se você quiser compartilhar suas atualizações públicas com mais pessoas do que apenas seus amigos, poderá adicionar a função ‘Subscribe’ ao seu perfil”, terminou Ross.

Menos parecido ainda com o Orkut

Desta forma, o Facebook toma uma importante medida para que sua rede não se “orkutize”. No Orkut, é comum que pessoas criem vários perfis para suprir a demanda de novos usuários interessados em se tornar seus amigos. Não que fosse impossível dar conta de um grande fluxo de interesse no Facebook, já que esta rede social permite a criação de páginas que podem seguidas por um número ilimitado de “fãs”.

Ainda assim, nas terras da inclusão digital, esta funcionalidade terá a função bônus de manter a casa em ordem. Os divorciados do Orkut agradecem.

 

No mesmo estilo do Twitter, agora podemos seguir pessoas no Facebook, sem que, necessariamente, estas nos aceitem como amigos.


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook