Atualizado em: 17 março 2011

A nova geração de navegadores para Internet

browser-warA nova geração de navegadores de internet chegou. Internet Explorer (IE), da Microsoft, é o líder com uma quota de 45,44%, seguido por cada vez mais de perto pelo Mozilla Firefox e o Google Chrome, com 30,37% e 16,54%, respectivamente, de acordo com a StatCounter. Em quarto lugar, está situado navegador Safari em computadores Apple, com uma quota de 5%.

A Microsoft lançou o Internet Explorer 9 na segunda-feira, dias depois que o Google Chrome 10 foi apresentado, mas à frente da Mozilla, já que o Firefox 4 só vai estrear na próxima semana.

publicidade:

A batalha para dominar o tráfego mundial de Internet é irresistível para os concorrentes deste mercado, embora eles não recebam receita direta por eles, já que os browsers são livres. Mas é com este software que os usuários definem quais os sites que eles querem ver, quais são seus favoritos e qual o nível de privacidade necessária.

Na verdade, a segurança é a principal arma da Mozilla e da Google contra o IE. Entretanto, a Microsoft, com a nova versão do seu navegador apresentado ontem, resolve este problema, e salienta a necessidade dos usuários abandonarem o antigo Internet Explorer 6, lançado em 2002 e que, infelizmente, ainda está presente em 12% dos PC.

Os navegadores podem fazer download e instalar qualquer outro software. O Internet Explorer 9, virá pré-instalado em muitos computadores com Windows 7. A Microsoft foi forçada a desvincular o navegador do Windows para a União Europeia, mas, na prática, apenas 5% dos clientes solicitaram um navegador diferente.

 

Disputa pelo codec de vídeo

A batalha entre os browsers é mantida também pelo domínio do vídeo online, que é uma parte cada vez mais importante do tráfego da Internet. A Microsoft e a Apple estão promovendo o uso do codec de vídeo H.264, que embora seja um padrão na indústria, não é livre. A Google e a Mozilla, entretanto, optaram por um codec aberto, o WebM, de modo que seus navegadores não suportam H.264.

Para os usuários, esse problema é resolvido através da instalação do que é conhecido como plug-ins (software add-on) em seu navegador. A guerra dos formatos de vídeo fica ainda mais acirrada com a chegada da linguagem HTML 5, que elimina a necessidade do uso de Flash, um plug-in da Adobe que está presente em 90% dos computadores.

Com a HTML5, os desenvolvedores podem incluir vídeos diretamente, sem plug-ins, e tão facilmente como se fosse uma fotografia. Todos os navegadores mais recentes são baseados em HTML5. Finalmente!

Quer saber mais um pouquinho sobre os navegadores, também conhecidos como browsers? Leia abaixo um pouquinho sobre cada um:

Internet Explorer 9
Maior segurança e velocidade e é compatível com mais ferramentas e padrões da indústria. É compatível com sistemas operacionais Windows Vista e 7, deixando de fora os usuários do Windows XP.

Mozilla Firefox 4
O Firefox foi pioneiro na implantação de ferramentas para simplificar o usuário e também por permitir definir o seu nível de privacidade na Net. Como o IE Explorer, simplifica e reduz os comandos de interface para os olhos.

Google Chrome 10
Maior segurança, simplicidade e velocidade, são seus principais trunfos. É o meu navegador preferido (eu uso os três). A Google quer dominar os vídeos on-line e tem compromisso de apoiar a tecnologia aberta, que concorre com o padrão utilizado pela Microsoft.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook