Atualizado em: 27 janeiro 2012

Parasita transforma abelhas em zumbis

Larva de mosca depositada no abdome de abelhas faz com que elas se desorientem e morram próximo a fontes luminosas. Prejuízos são enormes.
Larva de mosca no abdome de abelha

Larva de mosca no abdome de abelha

Pesquisadores encontraram um parasita da mosca que faz com que abelhas domésticas abandonem suas colmeias, adotando um comportamento semelhante aos zumbis hollywoodianos até encontrarem a morte.

De acordo com entomologistas, o parasita pode ajudar no progresso da investigação para determinar as causas do desaparecimento em massa de abelhas, um fenômeno conhecido como transtorno de colapso da colônia, ou  CCD por sua sigla em inglês.

publicidade:

Este fenômeno dizimou as populações de abelhas nos Estados Unidos em 2006, onde desempenhavam um papel essencial na preservação das culturas que dependem de polinização.

Prejuízo de bilhões

A produção agrícola afetada, especialmente frutas e certos vegetais, representam vendas de 15 bilhões de dólares por ano e representam um terço da alimentação consumida pela população global.

Até a presente data, este parasita chamado Borealis Apocephalus, só foi encontrado em abelhas na Califórnia e Dakota do Sul, nos Estados Unidos, como apontado por John Hafernick, professor de biologia da Universidade Estadual de San Francisco.

Ovos de mosca são os responsáveis

A infecção de uma colmeia acontece quando uma mosca deposita seus ovos no abdômen de uma abelha. Uma vez infectada por esses parasitas, elas deixam suas colmeias para se reunir perto de fontes de luz.

“Descobrimos que as abelhas infectadas começam a girar, sem qualquer senso de direção”, disse Andrew Core, um pesquisador da Universidade Estadual de San Francisco, principal autor desses estudos.

Finalmente, a maioria das abelhas morrem no lugar onde se detiveram, quase sempre perto de uma fonte luminosa.

As investigações seguem na busca de uma solução para o grave problema.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook