Os 10 homens mais cruéis da história

A história da humanidade é marcada por momentos de glória e momentos de terror. O momentos de terror foram momentos marcados por sangue, por muitas mortes, normalmente tendo um líder. Desde os primórdios da história existem pessoas causando o mal, quanto mais antiga a história, maior crueldade acontecia.

Dentro de todas as tragédias acontecidas, muitas levam os nomes de ditadores e responsáveis por comandar milhares de mortes e atrocidades. Até os dias de hoje, existem milhares de homens que são tidos como verdadeiros cruéis. Dentre todos estão Hitler, Stalin, Osama Bin Laden, entre outros.

Veja uma lista com os 10 homens mais cruéis da história da humanidade:

Hitler

Adolf Hitler era líder do Partido Nacional de Socialista de Trabalhadores Alemães, tornou-se chanceler e posteriormente ditador alemão. Durante o governo de Hitler, alguns grupos eram considerados indesejados, como testemunhas de jeová, poloneses, eslavos, ciganos, homossexuais, deficientes físicos, mentais, judeus, negros. Esse período de perseguição ficou conhecido como Holocausto. Hitler mandava prender todos esses grupos indesejados em campos de concentração, onde eram mortos. O ditador alemão saiu ileso de 42 atentados contra ele, mas Hitler não aguentou a pressão e as perdas, cometendo suicídio em 1945, no seu quartel-general.

Osama Bin Laden

Osama Bin Laden, era líder e fundador do grupo terrorista Al Qaeda. Travando guerras constantes com os Estados Unidos, Bin Laden foi responsável por um dos maiores ataques terroristas da história, quando através de seus seguidores, sequestrou dois aviões americanos que foram jogados nas famosas Torres Gêmeas, matando cerca de 3000 mil pessoas. Se tornando um dos homens mais cruéis da história, Bin Laden era um dos mais procurados e acabou sendo morto no dia 1 de maio deste ano (2011).

 

Stalin

Josef Stalin era líder da União Soviética e conseguiu combater a Alemanha Nazista, se tornando a maior potência do mundo. Participou e organizou a Revolução Russa juntamente com Lenin. Era um repressor e foi responsável por cerca de 4 milhões de mortes, todas decorrente da repressão stalina. Ainda assim, muitos historiadores afirmam que as mortes ocorridas pelas guerras nas quais a União Soviética participou, incluindo as baixas de exércitos inimigos, também são devidas a Stálin, dessa forma, os números se somam a mais de 250 milhões.

Vlad  Tepes (O Drácula)

Além de muito conhecido por defender seu povo contra tudo e todos Vlad Tepes também era conhecido por seus atos de crueldade com seus súditos e contra seus inimigos. Usava de métodos de tortura e recebia o título de Empalador, pois mandava empalar até uma família inteira.

Mao Tse Tung

Mao Tse Tung era líder do Partido Comunista da China e foi também presidente popular também da China. Nesse tempo, Mao Tse Tung implantou um governo de terror, com mortes de contra-revolucionários, inimigos públicos e proprietários rurais. Foi responsável pela execução de milhares de ex-companheiros militares e por desorganizar a economia do país, levando ao fechamento de muitas escolas e perseguições que causaram a morte de 1 milhão e meio de pessoas.

Genghis Khan

Genghis Khan era um guerreiro e governante mongol que fez história, construindo o seu próprio império na Ásia. Genghis Khan começou subjugando as tribos vizinhas e liderou exércitos que causaram destruição, mortes e um tremendo caos econômico. Era responsável por causar terror psicológico pela aniquilação de populações inteiras.

Pol Pot

Era um ditador cambojiano que liderou um governo comunista radical, ficando conhecido pelo codinome de Pol Pot. Foi responsável pela retirada em massa da população do Camboja e essa operação acabou envolvendo a morte de muitas pessoas e desorganizando completamente a economia, o que ocasionou em uma onda de fome e de doenças no país, causando a morte de mais gente.

Hideki Tojo

Era um militar muito agressivo do Japão durante grande parte da Segunda Guerra Mundial. Em 1936, Tojo participou de um motim em Tóquio, sendo depois chamado para ser comandante do exército do Japão,  exercito que era responsável por promover massacres da população local.

Kublai Khan

Neto do conquistador Genghis Khan, atacou a China e a derrotou se proclamando o primeiro imperador da dinastia mongol a governar o país. Toda a sua luta contra a China ocasionou em diversas mortes e os soldados sob seu comando tornaram-se conhecidos por atos de extrema crueldade contra populações civis, incluindo castração de prisioneiros, assassinatos em massa e estupros coletivos.

Chiang Kai-shek

Foi responsável por liderar o governo nacionalista da China no ano de 1928 até 1949. Chiang Kai-shek  foi chefe de um sangrento golpe de estado e massacrou milhares de militantes comunistas, contra quem travou uma guerra civil, encerrada em 1949 com a vitória de seus inimigos, as forças de Mao Zedong