Atualizado em: 7 dezembro 2010

Wikileaks Brasil

Você conhecia o Wikileaks e suas publicações confidenciais?

publicidade:

Wikileaks é uma entidade autônoma que fixa suas estratégias e organiza sua produção em bases internacionais sem vínculo com qualquer país, sem fins lucrativos que publica, em seu site, posts de fontes anônimas, documentos, fotos e informações confidenciais, vazadas de governos ou empresas, sobre assuntos sensíveis.

Apesar do seu nome, a Wikileaks não é uma wiki, leitores que não têm as permissões adequadas não podem editar o seu conteúdo.

Foram postados neste site 2.855 documentos secretos sobre o Brasil, vazados pela organização do ativista Julian Assange.

A primeira “vítima” a ter reveladas as atividades antinacionais foi o ministro da Defesa Nelson Jobim, pego servindo de informante da Embaixada dos Estados Unidos.

Imaginem o que isto deu de confusão, já que são assuntos polêmicos e confidenciais.

Informações sobre grupos terroristas também foram divulgadas no site o que causou grande preocupação ao governo brasileiro.

O telegrama sobre terrorismo é um dos 250.000 publicados pelo site Wikileaks com informações diplomáticas americanas sobre países e autoridades do mundo.

O site de divulgação de documentos secretos Wikileaks, que foi “expulso” na quarta-feira do servidor americano Amazon, encontrou refúgio, ao menos em parte, no servidor francês OVH, confirmou uma fonte próxima à página.

O restante continua hospedado na Suécia.

Uma fonte francesa próxima ao Wikileaks confirmou a validade do rastreamento, embora tenha dito que o alojamento será apenas provisório.

“Há vários dias que, devido aos ataques informáticos sofridos, o Wikileaks muda de país e de servidor regularmente, assim não há certeza de que amanhã não se hospede em outro país”, explicou a fonte.

Soubemos que o proprietário do site o australiano Julian Assange que foi preso por várias acusações hoje, afirma que a divulgação de documentos secretos sobre Iraque e Afeganistão, além dos telegramas diplomáticos americanos, “não prejudicam ninguém”. “O Wikileaks publica sem medo os fatos que devem ser tornados públicos”, enfatizou.

O porta voz do Wikileaks afirmou que o site não vai suspender as revelações de mais arquivos secretos e disse que o “Wikileaks está operando”.

Resta-nos aguardar o que vem por aí e deixaremos todas as informações aqui para vocês!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook