Atualizado em: 12 setembro 2013

Transporte de ônibus 24 horas em SP

As paradas dos ônibus que vão cobrir a linha do metrô,no horário da madrugada, serão feitas nas estações das linhas 1-azul, 2-verde, 3-vermelha e 4-amarela.
Você Sabia?
Que os trens chegaram ao Brasil em meados do século 19, mais precisamente no ano de 1854.
publicidade:
Transporte de ônibus 24 horas em SP 1

A partir de janeiro, SP terá 140 linhas de ônibus circulando de madrugada

O prefeito da cidade de São Paulo, Fernando Haddad, incluiu o projeto de ônibus 24 horas em sua lista de prioridades para o ano de 2014. O projeto está em desenvolvimento na Secretaria de Transportes, e prevê que os ônibus noturnos façam o mesmo percurso das linhas de metrô.

Visto que o metrô não funciona no período no período da madrugada, das 0:00 às 4:40 horas, horário em que fica fechado para manutenção. As paradas dos ônibus que vão cobrir a linha do metrô,no horário da madrugada, serão feitas nas estações das linhas 1-azul, 2-verde, 3-vermelha e 4-amarela.

publicidade:

Informação

O projeto de ônibus 24 horas faz parte da lista de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano que vem.

Assim 140 linhas, divididas em dois sistemas, estrutural e local, vão funcionar todos os dias, entre 0:00 e 4:00 horas, em São Paulo, a partir de janeiro de 2014. Esses ônibus vão passar pelos corredores principais da cidade, em intervalos de 15 minutos.

publicidade:

Sendo que já há 98 linhas que atendem os usuários de ônibus durante a madrugada, mas essas linhas funcionam de maneira difusa e pouco integrada.  Mas o projeto ônibus 24 horas quer reorganizar e ampliar a frota da madrugada. Assim haverão 430 coletivos, incluindo micro-ônibus,  que vão circular durante a madrugada, sendo que a frota total da cidade é de cerca de 15 mil veículos. Já o custo da operação na madrugada subirá de R$ 2 milhões para R$ 5 milhões por mês, mas essa despesa será paga pela Prefeitura de São Paulo.

O projeto de ônibus 24 horas atenderá a duas demandas, uma estrutural e outra local. Sendo que a estrutural acompanhará, sempre que possível, o traçado do metrô e do trem, e atenderá à demandas maiores entre regiões distantes.

Já a demanda local, terá ônibus que vão percorrer os bairros a partir de pontos de integração com as linhas longas, como os terminais. Esses ônibus circulares, vão trafegar em bairros onde há demanda por transporte à noite, entretanto esses ônibus devem ter saídas mais espaçadas, a cada meia hora. Sendo que as próprias empresas que operam durante o dia farão as linhas durante a noite.

Você também vai gostar disso!

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook