Atualizado em: 7 maio 2013

Teoria da Austeridade: Como é Utilizada

Saiba o que é a Teoria da Austeridade e veja como é utilizada a Teoria da Austeridade pelos governos dos países
Você Sabia?
A Grécia é um dos países que no momento está sofrendo com a aplicação de uma política de austeridade econômica!
Teoria da Austeridade

No Brasil a Teoria da Austeridade é o mesmo que os governos fazem em reservar poucos recursos de investimento, para poupar e acabam não aplicando na infraestrutura. (Reprodução)

A Teoria da Austeridade é o rigor no controle de gastos utilizado na economia de um país ou instituição.

A aplicação de uma política de austeridade é requisitada quando o nível do déficit público é considerado insustentável, sendo que a teoria da austeridade prega que seja então implementada uma política de austeridade através do corte de despesas.

publicidade:

Rigor nos Gastos

Os projetos de desenvolvimento e despesas sociais são normalmente os primeiros alvos dos cortes de gastos. Bancos privados e o Fundo Monetário Internacional (FMI), geralmente exigem a adoção de uma política econômica de austeridade, por parte dos países que pretendam refinanciar suas dívidas. Normalmente, o governo do país deve comprometer-se a reduzir a despesa pública através da extinção ou redução rigorosa de subsídios e da diminuição das despesas de custeio da administração.

Renegociação e Aplicação

Mas os países com dívidas para renegociar devem estar atentos para o fato de que os mercados financeiros oferecem juros mais favoráveis aos países que em curto prazo de tempo, têm maior crescimento, do que para aqueles que têm maior diminuição da despesa.  Este comportamento dos mercados financeiros explica-se pelo fato de que, com menor crescimento, um país tem mais dificuldades em pagar os empréstimos que fez.

Então, se a aplicação da teoria da austeridade tem efeitos recessivos e os mercados financeiros dão prioridade ao crescimento, então se empenhar unicamente no corte da despesa pode não ser o melhor caminho. Combater o déficit terá mais probabilidade de sucesso se o governo combinar todos os instrumentos que tem ao seu dispor para o equilíbrio das contas públicas. E para isso é necessário não só a diminuição da despesa, mas também o aumento das receitas e a promoção do crescimento.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook