Atualizado em: 18 fevereiro 2011

Steve Jobs frequenta clínica que tratou Patrick Swayze

420x316-alg_steve_jobs

Steve Jobs, principal executivo e co-fundador da Apple, volta a ser notícia depois de ter se tornado público que o chefe da empresa que criou o iPod, iPhone e do IPAD, visitou a clínica onde o falecido ator Patrick Swayze foi tratado para o câncer de pâncreas .

publicidade:

Jobs, que está de licença temporária, foi visto e fotografado deixando o centro médico para pacientes com câncer,  Stanford Cancer Center, localizado em Palo Alto, perto de San Francisco, e fotos onde aparece um  Steve Jobs com aspecto esquelético podem ser vistas na última edição do tabloide Nacional Inquirir.

cancercenter

O ator Patrick Swayze era um paciente dessa clínica antes de morrer aos 57 anos, vítima de câncer, em setembro de 2009.

O executivo da Apple, que em 24 de fevereiro terá de 56 anos, anunciou em 17 de janeiro que ficaria afastado algum tempo das suas funções devido a problemas médicos.

O mercado de ações entrou em queda após o anúncio, e novamente lança dúvidas sobre o futuro da Apple sem a presença de seu estrategista-chefe.

Jobs superou um câncer de pâncreas em 2004 e teve que se retirar durante vários meses no início de 2009 para discutir o que eles chamavam de “desequilíbrio hormonal, embora mais tarde se soube que ele tinha sofrido um transplante de fígado em abril desse ano em um hospital do Tennessee, nos Estados Unidos.

O executivo retomou a sua atividade como chefe da empresa de informática sediada em Cupertino, na Califórnia do Norte, em setembro de 2009, e desde então apresenta vários modelos de iPhone e o tablet IPAD.

Desta vez, não se conhecem as razões que levaram Jobs a pedir uma licença médica, e a partir desta falta de informação oficial, aparecem as especulações, com a do tabloide National Enquirer, que possui uma linha editorial sensacionalista, porém costuma divulgar fatos verídicos.

A revista norte-americana Fortune, nomeou Steve Jobs em 2009 como “Empresário da Década”  Ele conseguiu multiplicar por 34 o valor da empresa, que passou de cerca de 5 bilhões de dólares em 2000 para 170 bilhões, muito à frente da Google.

Via National Enquirer

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook