Atualizado em: 2 outubro 2013

Presidentes do Brasil Pós-Ditadura Militar

Vejam os Presidentes do Brasil pós a Ditadura Militar!
Você Sabia?
O Brasil teve Presidentes desde a Proclamação da República em 1889.
Presidentes do Brasil Pós-Ditadura Militar ( Foto: Divulgação)

Presidentes do Brasil Pós-Ditadura Militar ( Foto: Divulgação)

Após 21 anos de governo militar e muitas negociações para a posse do governo civil, os brasileiros esperavam ansiosamente pelos novos tempos de democracia e trouxemos informações bem interessante a respeito dos Presidentes do Brasil Pós-Ditadura Militar. Momento de muitas transições e muita tensão também já que o Presidente escolhido pelo colégio eleitoral realizado em 15 de janeiro de 1985 ficou doente no dia anterior que iria tomar posse.

Presidentes do Brasil Pós-Ditadura Militar

  • Tancredo Neves

Eleito pelo colégio eleitoral adoeceu na véspera de sua posse, marcada para o dia 15 de fevereiro de 1985. Morreu no dia 21 de abril de 1985.

publicidade:
  • José Sarney – 15 de março de 1985 a 15 de março de 1990

Formado em Direito. Em 1958, ingressou na UDN (União Democracia Nacional). Foi eleito governador do Maranhão em 1965. Com a extinção dos partidos pelo AI-5, ingressou na Arena, partido do governo militar. Em 1970, publicou seu primeiro livro de contos, “Norte das Águas”. Assumiu a presidência da República com a morte de Tancredo, em 21 de abril de 1985.

  • Fernando Collor – 15 de março de 1990 a 2 de outubro de 1992

Primeiro presidente civil eleito por voto direto desde 1960 no Brasil. Carioca, fez carreira política em Alagoas. Elegeu-se deputado federal pelo PDS em 1982. Pelo PMDB foi eleito governador de Alagoas em 1986. Renunciou à Presidência da República em 2 de outubro de 1992 em meio a denúncias de esquemas de corrupção.

  • Itamar Franco – 2 de outubro de 1992 a 1º de janeiro de 1995

Vice-presidente eleito 1989 assumiu a Presidência depois da renúncia forçada de Fernando Collor. Formou-se engenheiro e foi duas vezes prefeito de Juiz de Fora (MG) pelo MDB. Também foi senador por Minas Gerais em 1974 e em 1982 e governador deste Estado em 1998.

  • Fernando Henrique Cardoso – 1º de janeiro de 1995 a 1º de janeiro de 1999 e 1º de janeiro de 2003

Nasceu no Rio de Janeiro e mudou-se para São Paulo aos 8 anos. Formou-se em Ciências Sociais na USP (Universidade de São Paulo) e fez pós-graduação na Sorbone (França). Tem 24 livros publicados. Exilado durante a primeira fase do golpe militar, retornou ao Brasil em 1968. Foi senador em 1983, no lugar de Franco Montoro (PMDB) e em 1986. Participou da fundação do PSDB. E assumiu o ministério das Relações Exteriores e da Fazenda durante o governo de Itamar Franco.

  • Luiz Inácio Lula da Silva – 1º de janeiro de 2003 a 1º de janeiro de 2007 a 1º de janeiro de 2011

Lula começou sua trajetória como líder sindical em 1972, quando foi eleito primeiro secretário do sindicato dos metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema. Apenas três anos depois de tornou presidente da entidade e ganhou projeção nacional ao comandar gigantescas greves e ser preso. Participou da fundação da CUT e do PT .

Antes de vencer as eleições presidenciais de 2002, foi derrotado em três ocasiões: em 1989 perdeu para Fernando Collor de Mello e, em 1994 e 1998, para FHC.

Estes são os presidentes que tivemos depois do militarismo!

Fonte: Folha de São Paulo

Presidentes do Brasil Pós-Ditadura Militar ( Foto: Divulgação)

Presidentes do Brasil Pós-Ditadura Militar ( Foto: Divulgação)

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook