Atualizado em: 7 fevereiro 2011

Preço do iPad pode cair no Brasil

ipad2

Esteve nas manchetes dos principais sites de notícias na semana passada. O governo brasileiro na figura do ministro das comunicações, Paulo Bernardo, está em negociações com a Apple com fins de reduzir os preços do iPad no Brasil.

publicidade:

Sabemos que o Brasil é um dos países com a maior carga tributária do mundo e o iPad aqui custa um valor muito maior do que vale o aparelho, e a culpa é do voraz apetite da máquina governamental que não se cansa de sugar cada vez mais os recursos do cidadão e do empresariado.

No último dia 2, a vice-presidente da Apple, Catherine Noveli, esteve em Brasília a convite do ministro das comunicações, Paulo Bernardo para tratar da redução de impostos dos tablets no Brasil, naturalmente mais especificamente, o Apple iPad.

Paulo Bernardo, ao assumir o cargo no início do ano disse que pretende “inundar o país com redes de comunicação”, com foco na Copa do Mundo e nas Olimpíadas. A presidente Dilma Rousseff tem interesse em oferecer Internet farta pra a nova classe média através dos tablets. Espero que esta boa vontade se estenda para as classes D e E.

Dilma deseja oferecer um tablet popular e colocou Paulo Bernardo a frente de negociações com os maiores fabricantes de computadores brasileiros, inclusive a Positivo Informática. Ela quer que o tablet brasileiro custe 500 Reais e possa ser comprado à prazo. Se acontecer conforme outras experiências semelhantes, deve custar em torno de 1000 Reais na prática.

Paulo Bernardo pretende classificar os tablets como PCs, garantindo as mesmas isenções fiscais que são oferecidas aos desktops no programa Computador para Todos.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook