Atualizado em: 3 abril 2010

Placas Tectônicas do Mundo

As placas tectônicas placas que dividem a crosta terrestre. Elas se movimentam de uma forma lenta e sempre contínua sobre o manto terrestre. Elas podem se aproximar ou se distanciar uma das outras, que é quando ocorrem os terremotos e as erupções vulcânicas. Os movimentos acontecem porque o interior do planeta Terra ser extremamente quente, fazendo com que correntes de convecções façam e determinem os movimentos das placas. As correntes convergentes são aquelas que se aproximam acabando por se chocarem. Elas são determinadas pela menor densidade das placas oceânicas quando relacionadas às placas continentais. Quando essas placas são divergentes, em vez de se aproximarem elas se afastam, fazendo com que as placas percam o calor e se movimentem na direção contrária.

publicidade:

As placas quando convergentes se colidam de uma maneira que uma se coloca embaixo da outra. Enquanto isso as placas divergentes se afastam devido a criação de uma nova crosta oceânica, pelo magma vindo do manto.

Cerca de 240 milhões de anos atrás havia na crosta terrestre somente duas placas tectônicas, a Laurásia e a Gondwana. Com o decorrer do tempo essas duas placas sofreram diversas transformações que as dividiram em várias e diferentes placas. Elas são: Placa Africana, Placa da Antártida, Placa Arábica, Placa Australiana, Placa das Caraíbas, Placa de Cocos, Placa Euroasiática, Placa das Filipinas, Placa Indiana, Placa Juan de Fuça, Placa de Nazca, Placa Norte-americana, Placa do Pacífico, Placa de Scotia e Placa Sul-americana.

Existem também as placas menores: Placa da Anatólia, Placa do Altiplano, Placa de Amur, Placa dos Andes Norte, Placa da Birmânia, Placa de Bismarck Norte Placa de Bismarck Sul, Placa da Carolina, Placa de Doberai, Placa Futuna, Placa das Galápagos, Placa de Gorda, Placa Helênica, Placa Iraniana, Placa Juan Fernandez, Placa de Kermadec, Placa Manus, Placa Maoke, Placa das Marianas, Placa do Mar de Banda, Placa do Mar Egeu,Placa do Mar das Molucas, Placa do Mar de Salomão, Placa das Novas Hébridas, Placa de Niuafo’ou, Placa de Okhotsk, Placa de Okinawa, Placa do Panamá, Placa de Páscoa, Placa do Recife de Balmoral, Placa do Recife de Conway, Placa de Rivera, Placa das Sandwich, Placa das Shetland, Placa da Somália, Placa de Sunda, Placa de Timor, Placa de Tonga, Placa de Woodlark e Placa do Yangtzé

O Brasil fica em cima da Placa Sul-americana, como o país não está em uma zona onde as placas convergem ou divergem, aqui acaba por não ter terremotos.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook