Atualizado em: 12 fevereiro 2014

Nova taxa de Câmbio em Aeroportos - Valor e como funciona

Confira aqui, algumas informações sobre a nova taxa de câmbio em Aeroportos, saiba quais os valores e como funciona.
Você Sabia?
Se você não conhece ou nunca foi a uma casa de câmbio, estamos falando do seguinte, trata-se da um local onde podemos trocar espécies de dinheiro, seja nacional ou moedas internacionais, podemos trocar pelo serviço chamado de exchange.
Nova taxa de Câmbio em Aeroportos - Valor e como funciona

A Nova Taxa de Câmbio em Aeroportos mudou seu valor, e complementa o mercado nos Aeroportos. (Divulgação)

Toda informação em relação aos serviços de utilidade pública serve para que possamos ter bons resultados em relação a vida social. Isso é algo que todos nós sabemos. Se ainda não sabem, a taxa de câmbio dos aeroportos está com algumas mudanças, e se está prestes a passar suas férias em outros lugares é bom estar ciente das mudanças.

Mudanças

Os guichês dos bancos e das casas de câmbio do aeroporto estão completamente diferentes quanto as questões das taxas, segundo pesquisas, as pessoas estavam se assustando ao irem trocar suas moedas nas casas de câmbio, para que fossem trocadas, eles estavam cobrando o valor entre R$ 15 e R$ 250.

publicidade:

É importante que você viajante, saiba detalhes sobre as mudanças nas taxas das casas de câmbio. O mais indicado é que tenha em mãos uma calculadora para que possa fazer o melhor negócio.

O site iG informa que efetuou uma pesquisa em sete casas de câmbio no Aeroporto de Cumbica, sendo no; Bradesco, Banco do Brasil, Safra, Confidence, Cotação, Santander e no Itaú Unibanco, em nota, foi dito que houveram algumas questão levantadas sobre o aumento da taxas.

Funcionamento

Sendo feitas algumas perguntas sobre a compra de dólares, e detalhe, apenas o Santander e o Itaú Unibanco não cobram taxas adicionais para fazer as operações cambiais.

Resumindo, o site constatou que poderá haver a diferença no bolso do cliente na qual poderá superar R$ 70 na hora de trocar R$ 1 mil em dólares, dependendo da instituição escolhida. Quanto ao Bradesco, na qual a taxa é de R$ 60, o viajante levava US$ 429 na última quarta-feira, sendo que o banco cobrava R$ 2,18 pela moeda.

No caso do banco Itaúi Unibanco, este conseguia US$ 462, o Santander, o correntista do banco teria US$ 461, enquanto o comprador sem conta na instituição teria US$ 454 dólares. Com as mudanças das taxas das casas de câmbio dos aeroportos, é mais do que indicado que todos pesquisem a melhor opção na hora da compra e venda de moedas.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook