Atualizado em: 16 setembro 2010

Ney Santos: Candidato de Taboão possui Ferrari


Nessa de candidato Ficha Limpa, lei votada em regime de urgência para entrar em vigor nestas Eleições 2010 sobrou para o candidato Ney Santos, que almejava ser deputado federal, por São Paulo.

O jovem aspirante, ao que mostram as notícias e os dados policiais, de Ficha Limpa não tem nada. Ele é acusado de ser dono de um patrimônio estimado em R$ 50 milhões, sendo que seus negócios não lhe dão estrutura financeira para isso. Ao menos é o que a Polícia Federal cogita.

publicidade:

Mais Desconfianças

A Polícia Federal anda no encalço do jovem empresário e desconfia que toda a dinheirama que possui, já transformada em duas mansões em condomínios de luxo em São Paulo e em uma Ferrari avaliada em R$ 1 milhão de reais advém de sua ligação com o crime organizado na grande São Paulo.

E vem daí o empecilho para que Ney não leve nem sequer um voto de um cidadão honesto que trabalha e rala para ter o seu sustento.

Investigações

Pelas investigações, o jovem empresário e político pelo PSC, acumulou uma bela quantia em apenas quatro anos. No entanto, outro fator conta contra ele: ser ex-presidiário por ter cometido estelionato, formação de quadrilha, adulteração de combustíveis e lavagem de dinheiro.

Ney é dono de quatro postos de gasolina em São Paulo.

Defesa

Ney Santos afirma que sua fortuna é fruto do seu trabalho e que tudo isso está acontecendo porque são grandes as suas chances de ganhar para deputado federal, afirmando está sendo vítima de uma perseguição política e que não deve nada a justiça.

E ainda foi mais longe em sua indignação quando disse em seu site e blog, ele escreveu que “certos setores da sociedade brasileira não suportam o idéia de que um jovem de origem humilde como eu, nascido num bairro pobre venha a vencer na vida e vir morar em Alphaville”.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook