Atualizado em: 29 setembro 2011

Intel e Samsung se unem para apoiar o Linux

Espera-se que o Tizen esteja pronto para lançamento no primeiro trimestre de 2012, e os primeiros dispositivos sejam lançados em meados do próximo ano.
Tizen

Tizen

Dois grupos de desenvolvedores Linux disse nesta quarta-feira (28) que iriam combinar suas tecnologias para criar uma nova plataforma de software liderada pela Intel e Samsung, em um passo para a consolidação do Linux no setor de computação móvel.

A LiMo Foundation e a Linux Foundation disseram que a “Tizen” é uma nova plataforma de software baseada em padrões de código aberto que pode ser executada em vários dispositivos, como smartphones, computadores de tela sensível ao toque, televisores, computadores portáteis e sistemas de informação em veículos.

publicidade:

Lançamento do Tizen será em 2012

O lançamento do Tizen está previsto para o primeiro trimestre de 2012, o que, em tese, faria o primeiro dispositivo a utilizar a plataforma chegar ao mercado em meados de 2012.

A maior empresa do mundo de semicondutores, a Intel, que também tem sua própria versão Linux (MeeGo), e a segunda maior fabricante de telefones móveis, Samsung, são os principais colaboradores para da LiMo Fundation, e vão liderar a comissão técnica da nova plataforma Tizen. Não ao estilo da Comissão Brasileira de Futebol, eu espero.

O sistema operacional Linux vai ter lutar para atrair o apoio de fabricantes e desenvolvedores de aplicativos para competir com o Android, da Google, visando chegar ao primeiro lugar no ranking global de smartphones.

Samsung é o principal fabricante a usar Android

A Samsung é o principal fabricante que que utiliza a plataforma Android, mas o porta-voz da empresa disse que a iniciativa estava em linha com sua estratégia de mercado. “Temos sido um parceiro fundamental para Linux (…) e isto está em linha com nossa estratégia de apoiar muitas plataformas”, disse o porta-voz da Samsung, em Seul.

O Linux é o mais popular sistema operacional livre que está disponível publicamente para ser usado, revisado e compartilhado. Fornecedores de software Linux ganham dinheiro vendendo melhorias e serviços técnicos. O Linux concorre diretamente com a Microsoft, que cobra pelo seu software Windows, porém goza com ampla aprovação dos consumidores.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook