Atualizado em: 25 junho 2012

Tartaruga Geochelone Abigdoni está extinta

A última tartaruga gigante que atendia pelo nome de Jorge morreu no dia 24 de junho de 2012 no Parque Nacional dos Galápagos.
Você Sabia?
No ano de 1993 Jorge, a tartaruga da espécie Geochelone Abigdoni foi submetida a um processo de reprodução que segundo o Parque Nacional de Gálapagos (PNG) foi mal sucedido, por esse motivo não foi possível fazer nascer outros seres destes.
Geochelone Abigdoni

Geochelone Abigdoni, a última tartaruga dessa espécie morreu no último domingo, 24 de junho. (Foto: Divulgação)

Depois de inúmeras tentativas que estudiosos do Parque Nacional de Galápagos realizaram para que a tartaruga da espécie Geochelone Abigdoni se reproduzisse, o animal morreu no último domingo (24) e sua raça fora extinta

Jorge era a última tartaruga a habitar aquelas terras e de acordo com informações ela tinha mais de 100 anos e foi encontrada sem vida na Ilha de Santa Cruz.

publicidade:

A Geochelone Abigdoni é originária da Ilha Pinta e está extinta, ou seja, nunca mais será possível avistar um bicho desses no Planeta Terra, o que já era bastante difícil antes agora se tornou impossível.

Homenagem ao Jorge

O Parque Nacional Galápagos pretende unir o útil ao agradável e de uma só vez homenagear a tartaruga Jorge e também realizar um seminário internacional sobre as populações de tartarugas em julho.

A ideia é arrumar maneiras de manejar essas populações para que elas não sejam extintas assim como ocorreu com a Geochelone Abigdoni, o intuito é pensar formas possíveis de restauração.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook