Atualizado em: 7 dezembro 2010


Escritura de Imóvel – Valor

A escritura de imóvel é o documento que garante a sua posse definitiva do imóvel e com exceção das casas compradas pelo programa “Minha Casa minha Vida” ela não é gratuita e você terá que pagar.

O valor das despesas de transferência, escritura e registro do imóvel são pré-fixados nos cartórios e órgãos públicos.

Válidas para todo Estado, a Tabela I dos Tabelionatos de Notas que lavram as escrituras e dos Cartórios de Registro de Imóveis são progressivas e variam de acordo com o valor total do imóvel.

Para os cálculos dessas despesas, vale o que for maior:

  • O valor venal da unidade ou
  • Seu preço de venda no mercado.

Normalmente o valor de venda no mercado é maior e certamente será calculado sobre ele.

Na compra de um imóvel, o comprador terá de pagar:

  • O Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis chamado de importo Inter Vivos à prefeitura, correspondente a 2% do valor do imóvel;
  • Despesas com a escritura, em qualquer Cartório de Notas do país que possui tabela progressiva de acordo com o valor do imóvel
  • Registro desse documento no Cartório de Registro de Imóveis da comarca onde o imóvel está situado onde existe uma tabela progressiva de acordo com o valor do imóvel.

Exemplo das taxas a pagar de um imóvel de R$80.000,00

O comprador desembolsa

  • R$ 1.056,16 pela escritura da unidade
  • R$ 1.600,00 de ITBI (2%)
  • R$ 672,44 pelo registro do imóvel.

Num total de R$ 3.328,60, mais algumas pequenas taxas de cartório e certidões.

Portanto se informe antes de lavrar a Escritura para não ter surpresas desagradáveis e separe um dinheiro especialmente para isso, pois dessa maneira você já deixa tudo direitinho e em ordem.


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook