Atualizado em: 3 julho 2013

Drogas Sinteticas – Fotos e Nomes

Um dos assuntos mais controversos e recorrentes assuntos em toda e qualquer sociedade é a legalização das drogas. Se devem ou não ser legalizadas, se são ou não caso de saúde pública ou apenas policial.

Independente de toda e qualquer coisa, é fundamental que haja uma discussão séria sobre o assunto. Atualmente existe muito achismo e pouca coisa concreta sobre o assunto e com isso pouco se sabe a respeito e com isso a discussão não evolui e o problema nunca é resolvido.

Maconha


A maconha é o nome dado aqui no Brasil a uma planta chamada cientificamente de Cannabis sativa. Até o início do presente século, a maconha era considerada em vários países, inclusive no Brasil, como um medicamento útil para vários males.

Chá de cogumelo


Cogumelos ou fungos, são plantas que não contém clorofila, o que os impede de se alimentarem utilizando energia solar, impedindo o desenvolvimento de outros métodos de vida.

Cocaína


A cocaína é uma substância natural, extraída das folhas de uma planta que ocorre exclusivamente na América do Sul

Crack


Ao contrário da maioria das drogas, o crack não tem sua origem ligada a fins medicinais: ele já nasceu como uma droga para alterar o estado mental do usuário.

LSD


O LSD é, talvez, a mais potente droga alucinógena existente. É utilizado habitualmente por via oral, embora possa ser misturado ocasionalmente com tabaco e fumado.

Merla


É uma variação da pasta de coca, da qual se origina também a cocaína e o crack

Ecstasy


O ecstasy é uma droga relativamente nova e, diferentemente de drogas como a cocaína e a maconha, só foi sintetizada pela primeira vez já neste século

Skank


Espécie de supermaconha produzida em laboratório através de modernas técnicas de engenharia genética vegetal.

Fonte: Tipos de Droga


Fim da Ejaculação Precoce

Tratamento natural para acabar com a ejaculação rápida
Clique aqui e conheça

Como conquistar lindas mulheres

O Código da atração te ensina os segredos para conquistar qualquer mulher
Clique aqui e conheça

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook