Atualizado em: 6 dezembro 2010

Castro Alves – Biografia e Poemas

publicidade:

Ele era brilhante e conhecido como o poeta dos escravos.

publicidade:

Um dos poemas mais bonitos e conhecido escrito por Castro Alves é o “Navio Negreiro”.

Apesar de ser filho de médico e ser um homem muito bem colocado, educado e de muito bom gosto, não era insensível aos maus tratos sofridos pelos negros na época da escravidão.

publicidade:

Antônio de Castro Alves nasceu em 14 de março de 1847 na Fazenda Cabaceiras, próximo à vila de Curralinho hoje cidade Castro Alves, interior da Bahia.

Viveu sua juventude no interior do sertão e aos 16 anos partiu para Recife a fim de estudar Direito.

Algum tempo depois se mudou para São Paulo, com a finalidade de continuar seu curso de Direito, que não chegou a concluir.

Cumpriu o destino dos poetas românticos.

Em pouco tempo de vida produziu uma obra abundante, altamente inspirada, de grande força verbal, chama de Poderosa Luz.

Sua poesia é um exemplo de solidariedade e participação social, plena de “entusiasmo da mocidade apaixonada” no dizer de Manuel Bandeira.

Uma poesia voltada para as grandes causas de liberdade e da justiça: lutas de

independência na Bahia, a insurreição dos negros de Palmares, o papel civilizador da imprensa e, acima de todas, a campanha contra a escravidão.

Em vida publicou apenas Espumas Flutuantes.

As poesias completas de Castro Alves, que contaram com o patrocínio de Manuel Bandeira, estão em Os Escravos, onde estão seus dois mais famosos poemas: Vozes D’África e Navio Negreiro, além de A Cachoeira de Paulo Afonso, Poesias Diversas, Traduções (de Victor Hugo a Alfred Musste e a Esprocenda), Fragmentos, Litigiosa e Colegiais.

Em 1867 apaixonou-se pela então atriz Eugênia Câmara, mas nunca foi correspondido.

Castro Alves morreu na cidade de Salvador na Bahia, no dia 06 de julho de 1871, e 26 anos (em 1897) após sua morte, foi o Patrono da cadeira nº 7 da Academia Brasileira de Letras.

Poesias de Castro Alves

  • A atriz Eugênia Câmara
  • A Cachoeira
  • Adeus
  • As duas Flores
  • Adormecida
  • Amar e ser amado
  • A um Coração
  • A visão dos mortos
  • Improviso
  • Noite de Amor
  • O Céu
  • O Gondoleiro do Amor
  • O Livro da América
  • Onde estás
  • O Navio Negreiro
  • Sol de Maio
  • Versos de um Viajante

Vale a pena conhecer mais sobre Castro Alves!

Você também vai gostar disso!

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook