Atualizado em: 6 dezembro 2010

Castro Alves – Biografia e Poemas

Ele era brilhante e conhecido como o poeta dos escravos.

publicidade:

Um dos poemas mais bonitos e conhecido escrito por Castro Alves é o “Navio Negreiro”.

Apesar de ser filho de médico e ser um homem muito bem colocado, educado e de muito bom gosto, não era insensível aos maus tratos sofridos pelos negros na época da escravidão.

Antônio de Castro Alves nasceu em 14 de março de 1847 na Fazenda Cabaceiras, próximo à vila de Curralinho hoje cidade Castro Alves, interior da Bahia.

Viveu sua juventude no interior do sertão e aos 16 anos partiu para Recife a fim de estudar Direito.

Algum tempo depois se mudou para São Paulo, com a finalidade de continuar seu curso de Direito, que não chegou a concluir.

Cumpriu o destino dos poetas românticos.

Em pouco tempo de vida produziu uma obra abundante, altamente inspirada, de grande força verbal, chama de Poderosa Luz.

Sua poesia é um exemplo de solidariedade e participação social, plena de “entusiasmo da mocidade apaixonada” no dizer de Manuel Bandeira.

Uma poesia voltada para as grandes causas de liberdade e da justiça: lutas de

independência na Bahia, a insurreição dos negros de Palmares, o papel civilizador da imprensa e, acima de todas, a campanha contra a escravidão.

Em vida publicou apenas Espumas Flutuantes.

As poesias completas de Castro Alves, que contaram com o patrocínio de Manuel Bandeira, estão em Os Escravos, onde estão seus dois mais famosos poemas: Vozes D’África e Navio Negreiro, além de A Cachoeira de Paulo Afonso, Poesias Diversas, Traduções (de Victor Hugo a Alfred Musste e a Esprocenda), Fragmentos, Litigiosa e Colegiais.

Em 1867 apaixonou-se pela então atriz Eugênia Câmara, mas nunca foi correspondido.

Castro Alves morreu na cidade de Salvador na Bahia, no dia 06 de julho de 1871, e 26 anos (em 1897) após sua morte, foi o Patrono da cadeira nº 7 da Academia Brasileira de Letras.

Poesias de Castro Alves

  • A atriz Eugênia Câmara
  • A Cachoeira
  • Adeus
  • As duas Flores
  • Adormecida
  • Amar e ser amado
  • A um Coração
  • A visão dos mortos
  • Improviso
  • Noite de Amor
  • O Céu
  • O Gondoleiro do Amor
  • O Livro da América
  • Onde estás
  • O Navio Negreiro
  • Sol de Maio
  • Versos de um Viajante

Vale a pena conhecer mais sobre Castro Alves!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook