Candidatos para Presidente em 2014

Candidatos-presidente

As eleições para Presidente em 2014 promete ser bastante acirrada

Como já é costume em toda pré temporada de eleição presidencial no Brasil, já podemos ver a antecipação da disputa eleitoral nos meios de comunicação, sendo que os possíveis candidatos reclamam que ainda não é a hora para se discutir quem será ou não candidato à presidência da república, mas o fato é que já não se fala em outra coisa.

Claro que ainda falta praticamente um ano e meio para as eleições, mas o quadro de concorrentes à presidência da república já vai dando sinais de que está bem consolidado, sendo que a presidente Dilma Rousseff, do PT.

Candidatos a Presidente em 2014

Já o atual senador Aécio Neves, por duas vezes governador de Minas Gerias, foi recentemente eleito o presidente de seu partido o PSDB e segundo algumas fontes de seu partido é o provável Candido do partido à presidência da república.

Há também o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do PSB; e também a ex-ministra Marina Silva, que está dependendo que o Tribunal Superior Eleitoral conceda o registro para o seu novo partido, que se chamará  Rede Sustentabilidade. Se ela conseguir tal intento com certeza vai tentar novamente a presidência da república.

Dilma Rousseff, segundo a última simulação da Datafolha, está com 58% das intenções de voto, o que já lhe garante que está conseguindo que sua popúlaridae comece a aumentar de novo, principalmente depois dos protestos que assolaram o país nos meses de junho e julho deste ano Mas a atual presidente do Brasil ainda corre o risco quanto a gestão da economia em seu atual governo, pois o Brasil cresce num ritmo menor se comparado com o mesmo período ao do governo de Lula.

Aécio Neves e Eduardo Campos têm gestões com boas avaliações nos seus currículos políticos,  mas também enfrentam a falta de unanimidade de apoio dentro de seus próprios partidos e há a possibilidade de que tenham dificuldade de fazerem alianças dentro e fora de seus partidos.

Mas sem dúvida a pior  situação seria a de Marina Silva, que mesmo conseguindo criar seu partido, a Rede Sustentabilidade, terá um tempo reduzido no horário de propaganda partidária na TV brasileira.