Atualizado em: 23 fevereiro 2011

Apple mantém data de lançamento do iPad2

Apple mantém data de lançamento do iPad2

A Apple mantém a sua agenda de lançamento antecipado do iPad 2, apesar do relatório de um fabricante terceirizado de Taiwan sobre um possível atraso.

publicidade:

Tim Cook Apple

A agência EFE, citando uma fonte confiável, em relação à especulação sobre um possível atraso até junho, diz que o rumor “simplesmente não é verdade”, porque a Apple está planejando um lançamento para o mesmo período do primeiro IPAD, que começou a ser vendido em abril de 2010.

As ações da Apple caíram 3,6% depois que circularam rumores de que a próxima versão do iPad sofreria um atraso porque o fabricante Hon Hai enfrenta um gargalo na produção causado pelo novo desenho do dispositivo.

As especulações sobre o lançamento do aparelho vieram junto com os problemas de saúde de Steve Jobs, trazendo dúvidas sobre a capacidade da empresa para manter a sua liderança tecnológica global a longo prazo.

Tim Cook, diretor de operações da Apple, irá substituir Jobs na reunião anual dos acionistas da empresa esta quarta-feira.

Atraso na produção

A companhia de Taiwan, Yuanta Securities, disse em um relatório que a próxima versão do IPad sofreria um atraso de dois meses no calendário deste ano em comparação ao ano passado, quando o produto original foi lançado em abril de 2010.

Vincent Chen“Nossas análises sugerem que novos obstáculos surgem no processo de produção e estamos demorando muito tempo para resolvê-los”, disse o chefe de valores corporativos da Yuanta, Vincent Chen, em uma nota.

Segundo a nota, os fabricantes dos componentes tiveram que mudar seus processos de produção, depois que a Apple fez alterações no projeto do iPad2 antes do Ano Novo Lunar chinês no início de fevereiro.

O relatório diz que, se o lançamento do Ipad 2 atrasar dois meses, seriam fornecidas 23 milhões de unidades este ano, abaixo da previsão inicial de 30,6 milhões de unidades.

Fontes da indústria disseram que o novo modelo terá câmeras na frente e atrás da unidade, e seria mais fino, mais leve e teria uma melhor resolução de tela do que o primeiro iPad.

As empresas envolvidas não quiseram comentar a nota.

Fonte: Bloomberg

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook