Atualizado em: 15 julho 2011


Lei Seca - Objetivo, Punições, Obrigatoriedade

A Lei Seca está vigorando em nosso país embora muitas pessoas ainda não se conscientizaram da gravidade e das penas em caso de fiscalização. Por esta razão leiam nosso artigo e fiquem atentos!
Lei Seca A Lei Seca vem sendo usada há algum tempo, porém ainda não é muito aceita e seguida por muitos motoristas que acabam levando multas, na hora que são parados pelos comandos específicos para esta lei.

Lá é usado o bafômetro que irá saber se o motorista ingeriu algum tipo de álcool e se isso tiver ocorrido terão punições graves, pois o objetivo desta lei é incentivar as pessoas a terem mais juízo na hora de ingerir o álcool e dirigir em seguida e o correto seria existir uma obrigatoriedade na hora de segui-la e o que nós torcemos é para que isso aconteça.

Antigamente acreditava-se que existia um determinado nível de álcool nas pessoas que ainda era seguro para que as mesmas dirigissem, porém esse tal “nível” pode variar de pessoa para pessoa e isso pode acabar causando acidentes graves com os motoristas que ingerirem o álcool e por essa razão a Lei foi colocada em prática.

O principal objetivo dela é aquele que todos nós já estamos cansados de saber: evitar acidentes no trânsito, pois o mesmo pode causar mortes ou graves complicações para as pessoas envolvidas e muitas vezes pessoas inocentes que são atingidas por motoristas embriagados e acabam pagando um preço muito alto.

A Lei Seca considera um crime pessoas embriagadas dirigirem, ou até mesmo pessoas com qualquer nível de álcool no corpo.

Como dissemos acima a punição poderá ir de multas caras até a cadeia para o motorista envolvido.

Se caso acontecer algum acidente o motorista será acusado de homicídio doloso que é aquele causado quando a pessoa tem a intenção de matar.

Limites

A seguir você confere os limites de álcool e as punições para cada um deles:

  • Superior a 0,2 g/l – receberá uma multa de R$957,00 mais sete pontos na carteira de motorista e será proibido de dirigir durante um ano.
  • Superior a 0,6 g/l – Se for pego em flagrante será preso na hora e poderá ficar preso de seis meses a três anos, porém é uma pena afiançável. Pode ser paga com valores que podem variar de R$300,00 até R$1.200,00. Também podem perder o direito de dirigir durante um ano como no primeiro caso.

Esses limites são medidos de acordo com o bafômetro.

Todos os motoristas devem ficar de olho, pois 0,2 g/l são o equivalente a uma lata de cerveja e se você tiver essa quantidade de álcool no sangue já será punido.

O efeito do álcool no corpo pode variar de pessoa para pessoa mais normalmente um copo de cerveja leva 6 horas para parar de fazer efeito, então fiquem atentos na hora de pegarem o carro.

Lei Seca Outra coisa muito importante é que até bombons com recheios, por exemplo, de licor já podem fazer mal e se ingerir mais de dois bombons já poderá acusar no bafômetro.

Por o bafômetro ser um aparelho sensível qualquer coisa mínima pode alterá-lo, como por exemplo, fazer bochecho com anti-séptico bucal e se esse for o seu caso você pode exigir refazer o exame depois de mais ou menos 20 minutos.

Além do bafômetro existem outras duas maneiras de realizar o teste:

  • Exame de sangue
  • Exame clínico

Porém, qualquer um deles só pode ser feito por fiscais do trânsito, agentes das polícias rodoviárias ou policiais militares e o motorista poderá se recusar a fazer o teste do bafômetro, pois em nosso país ninguém será obrigado a dar uma prova contra si, mais mesmo assim o motorista será punido se tiver indícios de embriaguez.

Vendas de bebidas são restritas em rodovias federais e que comercializar receberá uma multa de R$1.500,00.

Tenha muito cuidado na hora de dirigir e como todos já sabem se for beber não dirija!

Fonte

Site da revista Veja


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook