Atualizado em: 20 setembro 2012

Greve de Bancários começou dia 18 de Setembro

Os Bancários de todo o país cruzam os braços por tempo indeterminado, onde reivindicam um aumento no valor de 6%.
Você Sabia?
Que os bancos são instituições financeiras privadas especializadas em operações de participação societária de caráter temporário, de financiamento da atividade produtiva para suprimento de capital fixo e de giro e de administração de recursos de terceiros.

Os Bancários de diversas regiões do Brasil recentemente aprovaram uma assembleia, esta que foi realizada há alguns dias em pontos estratégicos das capitais conduzindo a informação de que os bancos deverão entrar em greve por tempo indeterminado a partir do dia 18 de setembro.

A paralisação em um primeiro momento não será em todo o Brasil porém é possível que se estenda a todas as regiões. E de acordo com o sindicato dos bancários a categoria rejeitou uma proposta onde foi oferecido um reajuste salarial de 6%, proposta apresentada através da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

publicidade:

Sobre a Greve

A greve será em ordem nacional onde deverão haver uma rodada de negociações e também diversas assembleias até que se cheguem a um acordo para organizar a greve e ser negociado um valor diferenciado que agrade a categoria e os bancos.

O Sindicato dos Bancários informa que de acordo com a Fenaban foi informado o reajuste de 0,58% uma vez estes que não teriam tido respostas de perdas salariais, e estes bancos deverão reinvindicar esta porcentagem sobre o valor da inflação, além do aumento do piso salarial que deverá ir de R$ 1,4 mil para R$ 2,4 mil, além de mais contratações e aumento da segurança nas agências bancárias da Bahia.

Além disso a categoria exige PLR de três salários mais R$4.961,25 fixos; plano de cargos e salários para todos os bancários; elevação para R$622 dos valores do auxílio-refeição, da cesta-alimentação, do auxílio-creche/babá e da 13ª cesta-alimentação, além da criação do 13º auxílio-refeição além de mais contratações e a proteção contra demissões imotivadas bem como a finalização da rotatividade de profissionais nos bancos, além disso o fim das metas abusivas de combate ao assédio moral, muito mais segurança e também a igualdade nas oportunidades de trabalho.

Informações

Foram divulgadas que os banqueiros já teriam encaminhado contrapropostas, porém as negociações da campanha entraram em um impasse, devido a propostas melhores que devem surgir para os bancários, onde há mais de 16 anos não existe uma proposta justa com ajuste da inflação, mas apesar disso quem perde é o cliente.

Vídeo sobre a Greve dos Bancários

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook