Atualizado em: 7 outubro 2011

As 10 infrações mais comuns de trânsito em São Paulo

Não só pelo excesso de velocidade, como também, parar na faixa, falar ao celular no trânsito e muito mais, tudo isso, está na lista das 10 infrações mais comuns de trânsito em São Paulo.
As 10 infrações mais comuns de trânsito em São Paulo (2)

Para quem não sabe, existem 10 das infrações mais comuns de trânsito em São Paulo nais quais, as pessoas nem dão muita atenção, mas podem ser prejudicadas (Foto: Divulgação).

Por mais que muitas pessoas não não cumpram com algumas leis estabelecidas no país, é necessário que estejam cientes em relação as mais importantes leis de trânsito que existem no Brasil, algo que, por mais que às vezes, possam parecerem chatas, é necessário que todos as respeitem.

A pesquisa

De acordo com as pesquisas da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), só no ano passado, um total de 6.974.682 multas de trânsito foram aplicadas só em São Paulo, imaginem, multas que não acabam mais.

publicidade:

Em relação a comparação de 2010 a 2009, houve um grande aumento em um total de 26,77% na quantidade de infrações de trânsito registradas pela entidade. No ano retrasado, a quantidade de cobranças emitidas chegou a 6.254.256. Segundo informações, este levantamento, foi feito pela iCarros junto à CET.

Existem vários tipos de infração, porém, há um ranking em que as 10 infrações aplicadas com mais frequência na cidade de São Paulo, em 2010, onde até o momento estão em alta, tirando a permissão para dirigir do motoristas, está em alta, vejam abaixo, quais sãos estas 10 infrações.

Top 10 das infrações mais comuns de trânsito em São Paulo

1ª – O Rodízio

Existem vários tipos de infrações no Brasil, vamos ressaltar a primeira delas, trata-se do sistema de rodízio, algo também conhecido como a operação “Horário de Pico”, algo lançado no ano de 1997, e tem como o seu principal objetivo, não só em melhorar e educar o trânsito e também, em contribuir com a liberação de poluentes, diminuindo significantemente. Não sendo respeitada a lei do rodízio, você pode ter o prejuízo em uma perda de cinco pontos na carteira e uma multa de R$ 127,69.

2ª – Excesso de velocidade

Assim como em nenhum local, não se é indicado que você ultrapasse os limites de velocidade exigidos pelas leis de trânsito, portanto, saibam, a CET, é muito rígida à ponto de transmitir as mais caras multas de trânsito que se possa imaginar. Muitas vezes, as pessoas pensam em recorrer as multas, porém, na maioria das vezes, desistem, pois sabem que erraram.

O excesso de velocidade nas ruas e estradas, é algo muito grave, e pode lhe causar a perda de  cinco pontos na carteira e paga R$ 127,69; mais de 20% gera sete pontos e, dependendo de qual for a via (rodovia, avenida ou rua), são desembolsados entre R$ 127,69 e R$ 574,72. Acima de 50%, o motorista perde sete pontos e paga R$ 574,72.

[share]

3ª – Estacionamento proibido

Se você, realmente tirou a sua carteira de habilitação de uma forma honesta e com atenção, com certeza deve estar ciente, há lugares e lugares onde a permissão de estacionamento é autorizada e também não. Existem lugares, onde você, jamais poderá estacionar o seu veículo, caso não respeite esta lei, o prejuízo poderá ser o seguinte, um multa grave na qual serão gerados cinco pontos de penalidade. Em 2010, a CET registrou 983.240 ocorrências de estacionamento proibido.

4ª – O uso do telefone celular

Nada disso, nem pensar, de uma vez por todas, saibam que, o uso de celular no trânsito, é algo proibido, e mais, não pensem que as leis falhem quanto ao assunto de trânsito não, o que vale é, não somente respeitar, como também agir de forma correta e de forma consciente. Por mais que haja uma cobrança por parte da CET em relação ao telefone celular no trânsito, nem todos respeitam. Caso desrespeitem esta lei, poderão perder quatro pontos na carteira e você ainda tem que pagar R$ 85,13.

5ª – Faixa exclusiva para ônibus

Além de ser uma das leis que pouquíssimos reconhecem na hora ha pressa, é necessário afirmar que, ao estar em um trânsito, estejam cientes de que, as faixas com a sinalização de ônibus, elas são muito importantes as serem respeitadas. Caso a pessoa desrespeite e cometa o erro de passar pela faixa exclusiva para ônibus, com certeza, terá um prejuízo em que terá que pagar uma multa de R$ 53,20 com três pontos na carteira.

6ª – Semáforo vermelho

Nada como mostrar-se uma pessoa respeitável, ou seja, seguir corretamente, as leis de trânsito que nos são mostradas a cada dia. Sempre que passamos pelas ruas, sabemos que teremos que respeitar da melhor forma as sinalizações do semáforo não é mesmo, porém, nem sempre elas são respeitadas da melhor forma possível. Seja uma pessoa consciente, não respeitando o semáforo vermelho, você terá um grande prejuízo de sete pontos na carteira.

[share]

7ª – ZMRC (Zona de Máxima Restrição de Circulação)

Para quem não sabe, existem alguns devidos lugares, onde a circulação de veículos particulares, é definitivamente proibida a transição, ou seja, é necessário em que as pessoas não tenham contato com certas regiões durante o dia (10h às 16h), onde, caminhões de lixo, caminhões de feira, etc, estão passando no local, para exercer algum tipo de função, sendo assim, não podemos atrapalhar. Caso você não respeite a ZMRC, poderá ter o prejuízo de uma multa é de R$ 85,12 e soma quatro pontos na carteira do motorista.

8ª -O cinto de segurança

O cinto de segurança, para quem não sabe, é obrigatório, e não se esqueça nunca, é algo que não se deve deixar de usar pois, além de poupar a sua vida de muitos riscos, o cinto de segurança lhe oferece a oportunidade de se dar bem ao passar por algum comando na estrada e assim vai. Não respeitando as leis de trânsito, e ainda mais em relação ao cinto, sendo assim, você terá uma multa é de R$ 127,39 e gera cinco pontos na carteira do condutor.

9ª – Fretamento

Como ônibus, caminhões e outros veículos de grande porte estão trabalhando e circulando em expansão ao centro de SP e outros lugares mais, as pessoas devem sempre se atentar, geralmente ao horário entre 5h e 21h, é necessário que as pessoas respeitem, esta regra entrou em vigor há apenas dois anos. Não respeitando as leis de trânsito, assim como os serviços de Fretamento, além da multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira, a empresa ou o responsável pelo fretado terá de pagar R$ 3.400 aos cofres públicos.

10ª – Outros Enquadramentos

Dentre as milhares de infrações de trânsito, vamos fechar com uma das mais importantes, trata-se das informações sobre outros tipos de equipamentos e situações, onde os motoristas, caso ultrapassem os limites, como parar sobre a faixa de pedestres, dirigir embreagado, ou circular na contra-mão, tudo isso, leva a ter o prejuízo de quantos pontos na carteira onde são acumulados em cada autuação.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook