Atualizado em: 26 junho 2013

Como funciona o seguro-fiança?

Dentre as modalidades de garantias locatícias, o seguro-fiança se destaca cada vez mais como a melhor opção, tanto para o locador.
Você Sabia?
Que foi em Gênova - Itália no ano de 1347 que surgiu o primeiro contrato de seguros marítimo, com a emissão de apólice de seguros.
Suburbia

O seguro fiança locatícia é uma das opções que o proprietário pode exigir do inquilino como garantia do recebimento do aluguel.

O seguro fiança, nada mais é do que um seguro que garante ao locador, que exista o recebimento dos aluguéis e também de outras despesas mensais, quando o locatário deixa de pagar o aluguel.

É algo até mesmo melhor do que o Fiador pois quem irá garantir o pagamento não é uma pessoa física, mas sim uma empresa e companhia de Seguros.

publicidade:

Despesas do Seguro Fiança

Os aluguéis mensais, com cobertura básica.

O IPTU, além de despesas de condomínio, água, entre outros, que estiverem previstos nos contratos de locação.

Os danos causados ao imóvel pelo inquilino.

Multas contratuais que são previstas durante o contrato de locação e também um limite máximo de indenização. Esta seguradora não tem condições de ficar pagando um aluguel pela vida inteira e por isso existe um limite para isso.

Os tipos de cobertura variam bastante de seguradora para seguradora. Todas as coberturas são genéricas e podem acontecer de determinadas coberturas não terem uma aceitação em determinadas seguradoras.

Tipos de Locatários que podem Utilizar este Seguro

A Pessoa Física, que deverá estar trabalhando e ainda ter condições de comprovar a renda de pelo menos 3 vezes mais o valor do aluguel através dos últimos três contracheques, e ainda carteira de trabalho ou extrato bancário. Cópias de documentos como o RG e o CPF e ainda comprovantes de residência bem como a última declaração de rendimentos.

Para pessoa jurídica, existe a necessidade da apresentação de um contrato social, inicial e todas as alterações deverão apresentar ainda uma cópia de balanços patrimoniais dos últimso dois anos.

Com relação ao faturamento mensal dos últimos 12 meses. É importante ainda se apresentar uma ficha cadastral de todos os sócios, em seus respectivos RG e CPF, além de comprovantes de residência bem como declarações de rendimentos.

Os seguros poderão ainda ter validade anual pelo seu tempo de contrato, terminando a vigência ele deverá ainda ser renovado.

O custo anual normalmente é de 130% do valor do aluguel total, sendo diluído muitas vezes em até quatro parcelas neste sentido. É possível se solicitar um cálculo para ter a idéia real dos custos.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook