Atualizado em: 14 janeiro 2011

Hackers jogam Call off Duty em servidor médico

Um grupo de hackers utilizou um servidor com informação médica, incluindo nomes, moradas, histórico clínico dos pacientes e dados utilizados para a cobrança de contas, para jogar Call of Duty: Black Ops.

publicidade:

A informação foi divulgada no site TgDaily, onde foi publicado que os responsáveis pelo centro norte-americano de radiologia Seacoast detectaram que o seu servidor usado para o armazenamento de informação confidencial de 230 mil pacientes foi acessado por pessoas não autorizadas.

O mais intessante é que, aparentemente, os invasores não demonstraram qualquer interesse nos dados alojados confidenciais do servidor, tendo utilizado o mesmo apenas para jogar Call of Duty.

O episódio pode ter sido simplesmente um jeito bem humorado de demonstrar que o servidor em questão estava vulnerável.

A companhia já afirmou que vai reforçar a segurança dos servidores para prevenir o acesso não autorizado a dados confidenciais.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook