Atualizado em: 10 outubro 2013

Norma Bengell: Carreira, fotos e Sucessos

Norma Bengell,a primeira atriz a fazer nu frontal no cinema brasileiro e ícone de beleza nos anos 60, morreu aos 78 anos
Você Sabia?
Que o teatro surgiu na Grécia Antiga, no séc. IX a.C. Consiste em representar uma situação e estimular sentimentos na audiência.
norma-bengell-divulgacao-suzane-sabbag

Norma Bengell foi atriz, cineasta, produtora, cantora e compositora brasileira

A atriz que nasceu no ano de 1935 vai deixar saudades, seu nome real era Norma Aparecida Almeida Pinto Guimarães D’Áurea Bengell, ela que foi uma das maiores musas do cinema e do teatro entre os anos 50 a 70. Ela que foi atriz, vedete, cineasta, cantora e também compositora, começou a sua carreira na música no auge dos anos 50.

Ela teria sido lançada por Carlos Machado que era produtor de musicais, e ainda foi vedete na boate BoateNigthand Day, no Rio. Foi no ano de 1959 que acabou lançando o primeiro disco com músicas de Tom Jobim e João Gilberto. A cantora fez grande sucesso com as gravações de suas versões como”A lua de mel na lua” e “E se tens coração”.

publicidade:

Carreira

Sua carreira no cinema também não foi pouca coisa, ela participou de mais de 64 filmes tendo estrando nas telas com apenas 23 anos no filme “O Homem do Sputnik”, estrelado por Oscarito, onde ela teria feito sucesso com paródias da atriz francesa que fazia muito sucesso na época Brigitte Bardot. A atriz que já era renomada no Brasil fez história no ano de 1962 onde exibiu pela primeira vez um nu frontal no cinema brasileiro com os 27 anos de idade. Foi então que a partir dos anos 80 teria se lançado como diretora de cinema no filme Eternamente Pagu.

Na TV a atriz fez muitos trabalhos importantes, e novelas renomadas como “Partido Alto” (1984) e “O Sexo dos Anjos” (1989), seu último trabalho aconteceu no programa humorístico “Toma lá dá cá” onde interpretava uma personagem homossexual masculinizada.

A Estreia de Norma no Palco

Norma teria estreado no teatro Cordélia Brasil no ano de 1968, tendo participado de diversas peças como por exemplo”A Noite dos Assassinos” (1969), de José Triana, com direção de Eros Martim; “Os Convalescentes” (1970), com direção de Gilda Grilo; “Vestido de Noiva” (1976), de Nelson Rodrigues, sob a direção de Ziembinski. Sua última participação em peças foi no teatro, participando assim de uma montagem de “Dias Felizes”, de Samuel Beckett, em 2010.

Fotos de Norma Bengell

norma-bengell-divulgacao-suzane-sabbagnorma bengell - reproducao de video - posterimages (13)images (12)images (11)images (10)images (9)images (8)images (7)download (1)atriz-norma-reproducaonorma-bengell-divulgacao-suzane-sabbag

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook