Atualizado em: 26 janeiro 2012

Elis Regina – Vida e Obra

Lembrada no ultimo dia quinta-feira (19), os 30 anos da morte de uma das vozes ícones nos tempos de gloria da MPB. A "Pimentinha" Elis Regina deixou um legado e até hoje é lembrada! Conheça mais sua vida e sua Obra!
Elis Regina - Vida e Obra

Voz, Potencia, irreverência, Carisma! Até hoje, 30 anos após seu falecimento, Elis Regina deixa saudade ao povo, e amantes da música no país. (Divulgação)

Realmente muitos ainda se recordam de uma das maiores interpretes da MPB no Brasil. admiradores, fãs, e músicos sentem saudades da “pimentinha” Elis Regina, sua vida e obra que é ícone de varias gerações até hoje. O Vazio é imenso e às vezes entristece, a nossa única sorte que ela deixou um pouco do seu legado e de suas músicas para cada um de nós. Elis Regina sempre teve seu nome dentro dos melhores interpretes da MPB, e até hoje depois de sua morte ela ainda é lembrada por muitos no Brasil.

Vida

Elis Regina Carvalho Costa, mais conhecida pelos dois primeiros nomes, nasceu em 17 de março de 1945, em Porto Alegre, filha de um vidraceiro e uma dona de casa, sempre foi uma pessoa simples e tinha uma vida normal, e quando era pequena, pediu aos pais para estudar piano, mas devido a baixa renda e as faltas de possibilidades de ter um instrumento  fez com que ela passasse de apenas querer tocar a aprender a cantar. Ela conseguiu colocar para fora todo o som que tinha dentro da cabeça. A jovem estreou em uma radio Farroupilha no Sul com apenas 12 anos de idade, em uma competição de calouros para crianças.Ela conseguiu vencer, mas somente em sua segunda vez no programa, pois na primeira vez ela não conseguiu cantar e até mesmo nesta sua segunda apresentação, Elis estava tão nervosa que seu nariz sangrou, mas mesmo assim ela levou o premio do programa “Clube do Guri” pela radio.

publicidade:

Sucesso…

Elis Regina começou a fazer sucesso quando foi convidada a gravar e lançar seu primeiro disco, que foi intitulado de “Viva a Brotolândia”, justamente para bater de frente outro lançamento na época da cantora Celly Campello. Elis tinha uma interpretação forte, gestos únicos e exagerados, voz que marcava, não tinha como não ser sucesso, vindo a gravar mais dois discos nos anos seguintes. Ela recebeu diversos prêmios e começou a se unir a diversos outros artistas como Jair Rodrigues, Edu Lobo, Vinicius de Moraes, e se apresentou em vários pontos na Europa, na África e em todo o Brasil.

Elis Regina - Vida e Obra

Durante toda sua carreira, Elis tentava mostrar através de sua voz e suas letras a simplicidade de você saber se expressar. Sua Vida e Obra revelam isso!


Obra

Desde seu primeiro álbum em 1962, foram mais de 10 álbuns e musicas que estão na cabeça de muitos até hoje. Sempre aprimorou constantemente suas técnicas e domínios vocais, mostrando muita qualidade, e sendo intitulada entre a melhor em uma época repleta de ícones para a geração da música no país. Elis Regina registrou em estúdio 18 álbuns gravados, 6 álbuns “Ao Vivo”, e mais de 20 compactos em um espaço de tempo de 1961 até 1980.

Perda Eterna

Elis Regina deixou de brilhar no dia 19 de janeiro de 1982, aos 36 anos causando uma comoção nacional tremenda na época devido a sua morte. A Causa de sua morte teria se decorrido devido a complicações de uma overdose de vários componentes, sendo que é contestado até hoje. A Pátria Chorou, e o brilho se apagou, e ela havia embarcado em um brilhante azul deixando a eternidade de seu canto por toda a terra. Elis Regina Sempre Foi um parâmetro dentro da música, e suas interpretações servem hoje de exemplo para novos cantores que nascem assim como a de sua filha Maria Rita que tem todos os quesitos deixados pela mãe. O que Elis estaria gravando hoje? Você que é fã consegue imaginar? Comente!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook