Modificado em: 8 fevereiro 2012

Sínquise - Figura de Linguagem

Figuras de linguagem são recursos da língua portuguesa que desviam das normas padrões para conferir uma maior expressividade à linguagem. Elas estão divididas em quatro: figuras de sintaxe (ou construção); figuras de palavras; figuras de pensamento e figuras de som ou harmonia.
A Sínquise é uma figura de sintaxe, ou seja, é uma figura de linguagem que explora a estrutura das frases.

A palavra Sínquese origina-se do grego sýgchysis que significa “confusão”, “mistura”. Nessa figura de linguagem há uma inversão tão violenta das palavras de uma frase que sua interpretação se torna difícil.

Ocorre uma transposição de palavras tão acentuada que destrói a ordem da frase tornando-a praticamente incompreensível.

Observe abaixo, a quadra do soneto “Taça de coral” de Alberto Oliveira:

Lícias, pastor – enquanto o sol recebe,

Mugindo, o manso armento e ao largo espraia,

Em sede abrasa, qual de amor por Febe

- Sede também, sede maior, desmaia.

O trecho acima, apesar de possuir uma beleza lírica incontestável, é praticamente incompreensível, pois o autor utilizou o recurso da Sínquise. Abaixo, podemos verificar a frase em uma posição correta das palavras.

“Lícias, pastor, enquanto o manso armento recebe o sol e, mugindo, espraia ao largo -, abrasa em sede, qual desmaia de amor por
Febe, sede também, sede maior.”

 


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook