Atualizado em: 4 julho 2011


Resumo do Arcadismo no Brasil e em Portugal

O Arcadismo surgiu na Europa, chegando em Portugal no ano de 1756 e no Brasil no ano de 1768. A corrente era o oposto do Barroco e queria acabar exagero que era o forte desse estilo
O Arcadismo foi uma das correntes artísticas que mais se difundiram aqui no Brasil. O estilo originou-se na Europa em meados do século XVIII, e assim como as demais correntes, se espalhou pelo mundo, chegando no Brasil,  como já comentado, e em Portugal.

De acordo com a Wikipédia o nome “arcadismo” é uma referência à Arcádia, região campestre do Peloponeso, na Grécia antiga, tida como ideal de inspiração poética.

Características:

Esse tipo de arte pode ser percebida nas obras onde a natureza é o foco principal, opondo-se aos exageros e rebuscamentos do Barroco. Os temas representados pelo Arcadismo estão bem relacionados com a ideia do natural, como o amor, morte, casamento, solidão, valorização da vida no campo (bucolismo), crítica a vida nos centros urbanos, objetividade e idealização da mulher amada.

Em Portugal:

Entre 1707 e 1750 sob o governo de João V de Portugal, percebeu-se uma mudança no país, assim como estava ocorrendo em alguns outros países da Europa. O que acontecia era uma abertura intelectual e política, o que contribuiu para que o arcadismo chegasse em Portugal. Esse fato só aconteceu oficialmente no ano de 1956 com a fundação da “Arcádia Lusitana”, entidade em que se reuniam intelectuais e artistas para discutirem Arte. O grupo tinha uma frase principal que movia a corrente: “acabe-se com as inutilidades”. Ou seja, queriam acabar de vez com o exagero,  o rebuscamento, e a extravagância que fora deixados pelo Barroco.

Autores

  1. Manuel Maria Barbosa Du Bocage
  2. Antonio Diniz Cruz e Silva
  3. Correia Garção
  4. Marquesa de Alorna
  5. Francisco José Feire, o Cândido Lusitano

 

No Brasil:

Aqui o Arcadismo só veio chegar e ter força com mais de dez anos após a chegada da mesma em Portugal. O ano foi de 1768 com a fundação da “Arcádia Ultramarina”, em Vila Rica, e a publicação de “Obras Poéticas”, de Cláudio Manuel da Costa. A wikipédia destaque que as características do movimento no Brasil, destacam-se a introdução de paisagens tropicais, como em Caramuru, valorização da história colonial, o início do nacionalismo e da luta pela independência e a colocação da colônia como centro das atenções.

Autores

  1. Frei Santa Rita Durão (1722-1784), autor do poema épico Caramuru
  2. Cláudio Manuel da Costa (1729-1789) Obras Poeticas e Villa Rica
  3. Basílio da Gama (1741-1795), autor do poema épico O Uraguai
  4. Tomás Antônio Gonzaga (1744-1810), autor de Marília de Dirceu e Cartas Chilenas
  5. Inácio José de Alvarenga Peixoto (1744-1793)
  6. Silva Alvarenga (1749-1814), autor de Glaura

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook