Atualizado em: 31 agosto 2012

Renovação do Fies 2012 é Prorrogada até 31 de Dezembro

Fies um programa que tem como objetivo financiar os estudos daquelas pessoas que não tem condições financeira para arcar os seus próprios estudos.
Você Sabia?
Que o Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) é um programa destinado a financiar total ou parcialmente a graduação na educação superior de estudantes que não têm condições de arcar os estudantes, onde foi criado Criado em 1999 durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

O Programa de Financiamento Estudantil – FIES é destinado a financiar, prioritariamente, a graduação no Ensino Superior de estudantes.

O Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), que é controlado pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento de Educação), visa o incentivo aos estudantes no ingresso dos cursos de graduação; e apresenta o novo prazo de renovação dos contratos firmados à partir de 2010, conforme as especificações da Lei n° 12.202. O prazo anterior estava marcado para o final de Agosto, e ganha o ‘deadline’ para até o último dia do ano.

O que é o FIES?

O FIES, é um fundo de financiamento estudantil, feito para estudantes que apresentarem condições financeiras críticas, não tendo recurso necessário para bancar os estudos. Para poder aderir o programa, o estudante deve ter o ensino médio completo, e ter feito o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) com pelo menos dois anos antes do pedido de financiamento.

publicidade:

O percentual de financiamento pode variar, sendo o mínimo apresentado de 50%. Para estudantes com renda bruta de até 10 salários mínimos, o financiamento pode chegar em 75% ou 100%, com uma taxa de juros efetiva de 3,4% ao ano para todos os cursos de graduação.

Informação

A decisão da prorrogação do prazo, foi tomada pelo FNDE, sendo publicada no Diário Oficial da União, na última quarta-feira (29). O processo de renovação deve ser feito pela internet, no site do FIES. Os contratos devem ser renovados semestralmente, e no aditamento do processo, o estudante apenas atualiza os dados cadastrais e os valores apresentados. Após a realização das etapas, o processo passa pela a análise da Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento da instituição.

Alterações de ordens mais profundas, como mudança de fiador, estado civil, entre outros casos; é necessário que o estudante faça as devidas correções no sistema, que gera um novo documento à ser levado no banco que financia os estudos, sendo considerado um aditamento não simplificado.

O programa que já atua no incentivo estudantil há 13 anos, sendo um tempo considerado longo; ainda gera muitas dúvidas de como aderir. A adesão do FIES, pode ser feita em qualquer parte do curso em instituições particulares, e a qualquer mês do ano.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook