Atualizado em: 4 outubro 2011

O Primeiro Beijo e Outros Contos - Resumo

Veja neste artigo, o resumo da obra “O Primeiro Beijo e Outros Contos” de Clarice Lispector

O Primeiro Beijo e Outros Contos é uma antologia (coleção de textos) de Clarice Lispector, publicado no ano 1991. A obra possui doze contos de caráter intimista, o chamado romance introspectivo, onde, através de cenas do cotidiano, a autora mergulha no mundo interior das personagens e questiona a identidade do ser.

Resumo

No conto, Uma Tarde Plena, um casal com um sagui, após quase terem sido vítimas de um acidente de trânsito, questionam sobre a consciência desses pequenos animais.

publicidade:

Em, O Grande Passeio, a autora relata a história de uma velha, Margarida, que é abandonada por todos que a levam de um lado para outro.

No conto, O Primeiro Beijo, a autora narra a história de um jovem casal de namorados que se beijam pela primeira vez.

Em, A Fuga, Elvira, casada há doze anos, foge de casa e caminha na chuva, brinca na praia e observa o mar, imaginando sua profundidade. Ao anoitecer volta para casa e deitada ao lado do marido continua a imaginar.

D. Anita, do conto Feliz Aniversário, se mostra irascível diante de sua festa de 89 anos e reflete sobre a mediocridade de toda a sua família.

Em Mistério em São Cristovão, algo incomum acontece em uma casa.

No conto, Uma Galinha, a galinha que seria o almoço da família foge da cozinha e após ser perseguida e capturada bota um ovo. A família fica encantada com o acontecimento e adota a galinha como um membro da família. Passado um tempo, a matam e a comem.

Em Via Crucis, uma virgem casada com um homem impotente fica grávida e tem seu filho em uma estrebaria, mas deseja que seu filho não passe pela “via crucis”. Mas todos passam.

No conto Felicidade Clandestina, uma garota gorda e feia, ressentida com sua aparência, se nega a emprestar seus livros aos amigos até que sua mãe a obriga.

Em Laços de Família, após um choque entre mãe e filha, causado por uma freada brusca do taxista, a filha, estrábica e casada com Antônio, volta para casa feliz e encontra o filho que se dirige a ela enquanto o marido os observa e se inquieta por perceber que ela é feliz sem ele.

Em A Bela e a Fera ou a Ferida Grande Demais, uma mulher se depara com um mendigo com uma ferida aberta e começa tecer paralelos entre sua vida e a vida do mendigo e descobre-se uma mendiga de amor.

E no último conto, Uma Esperança, mãe e filho observam a esperança, um inseto na parede, e quando uma aranha aparece ameaçadoramente, o menino a mata e os dois continuam a observar a esperança.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook