Atualizado em: 24 outubro 2011


O Noviço - Resumo

Veja neste artigo, o resumo da obra “O Noviço” de Martins Pena
O Noviço é uma comédia romântica da literatura dramática brasileira que fora escrita no ano de 1845 e encenada, pela primeira vez, na cidade do Rio de Janeiro em 10 de agosto do mesmo ano.

A peça explora a idéia de liberdade de escolha dos jovens através de uma visão maniqueísta*, com um final feliz em que os mais fracos se unem e derrotam seus opressores.

O texto também se utiliza do humor e da sátira para fazer denúncias sociais.

Resumo

No primeiro auto, Ambrósio, um homem interesseiro, malandro e trapalhão que acredita na premissa de que os meios justificam os fins e que se casou com a submissa e crédula Florência, se prepara para ir à missa enquanto se apresenta, alegando ter saído da vida miserável e pobre que tinha para se tornar rico e poderoso em apenas oito anos.

Interrompido por Florência que não queria chegar atrasada à missa, Ambrósio lhe fala sobre a árdua tarefa de administrar a fortuna deixada pelo primeiro marido de Florência e a convence de enviar a filha para o claustro e incentivar o filho menor, Juca, de apenas nove anos, a se tornar frade, além de manifestar seu receio quanto a Carlos, sobrinho de Florência, que fora enviado contra a vontade, a cerca de seis meses, para o noviciado.

Ambrósio sai de cena e Florência agradece a Deus pelo marido maravilhoso que tem enquanto sua filha Emília entra e afirma não ter vocação para o claustro. Florência a ignora e sobe para terminar de se aprontar. Inesperadamente, Carlos que tinha vocações voltadas para a vida militar, aparece vestido de frade e conta a Emilia que fugira do convento, revela seu amor pela prima e acusa Ambrósio de interesseiro.

Rosa aparece na casa a procura do marido Ambrósio que fugira com sua fortuna. Carlos esconde Rosa em um dos quartos da casa e aproveita para enfrentar o tio, que rapidamente sai com Florência e Emília da casa. Rosa desmaia e a polícia vem em busca do noviço fujão que, convencendo Rosa que os policiais vinham em seu encalço, troca de roupa com Rosa que acaba sendo levada em seu lugar.

Ambrósio volta e arma-se uma cena cômica em que ele acredita que Carlos é Rosa. Desfeita a confusão, Carlos chantageia Ambrósio a livrá-lo do Convento, além de permitir o casamento com a prima.

Uma inversão total ocorre no enredo e no fim, finalmente, Carlos é liberto do convento e o marido bígamo é preso.

 

* Forma de julgamento ou de avaliação que reduz uma questão a dois aspectos opostos e incompatíveis


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook