Atualizado em: 6 julho 2011

Biografia e Obras de Graça Aranha

O Autor de Canaã foi um dos principais escritores da históris da literatura braslleira.

Estudar a literatura brasileira é essencial não apenas para os estudantes que precisam para conseguir uma nota, até porque quando jovem, raramente a pessoa se interessa tanto para ler livros de histórias ou poemas. Portanto é necessário, mesmo que em qualquer idade, retomemos o hábito de ler e conhecer ainda mais a cultura brasileira e os autores e artistas que fizeram parte dela. Um dos que contribuiu e muito para hoje termos uma cultura rima como a nossa foi o autor Graça Aranha.

Biografia

Nordestino de São Luís do Maranhão, Graça Aranha além de ser escritor foi um diplomata brasileiro, representando o nosso país em vários lugares do mundo. É considerado um imortal da Academia Brasileira de Letras, um pré modernista e ainda foi um dos que organizou a Semana de Artes Modernas no Brasil. Quanta influência, não¿ Se era ou não, acabou sendo afastado da Academia Brasileira por justamente querer induzir de sua maneira a Semana de Artes em 1924.

publicidade:

Antes de tudo isso acontecer, Graça Aranha teve reconhecimento para que fizesse parte da Academia Brasileira de Letras. O fato é que ele publicou uma obra que o deixou imortalizado, devido a tanta importância que teve, chamada de Canaã, em 1902.

Ela foi escrita enquanto era exercia o cargo de juiz, primeiramente no Rio de Janeiro, mas depois numa cidade chamada Porto do Cachoeiro (hoje Santa Leopoldina), no Espírito Santo. Foi nessa ultima cidade em que Graça Aranha buscou elementos necessários para criar Canaã, onde mostrou ter algumas ideias diferentes e contraditórias.

Foi só então que começara a participar da Academia Brasileira de Letras em 1922 e se desligou em 1924, falecendo em 26 de janeiro de 1931 no Rio de Janeiro.

Obras

  1. Canaã, 1902
  2. Malazarte, 1911[3]
  3. A Estética da Vida, 1921
  4. Espírito Moderno, 1925
  5. Futurismo (manifesto de Marinetti e seus companheiros), 1926
  6. A Viagem Maravilhosa, 1929
  7. O manifesto dos mundos sociais, 1935

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook