Modificado em: 19 abril 2012

Drogas lícitas e ilícitas: fotos, imagens e efeitos

A overdose e a cirrose, duas palavras fortes onde podem atingir qualquer pessoa que diariamente usam drogas em excesso, sejam elas lícitas ou ilícitas!
Você Sabia?
Conhecido também como crack oxidado, o Óxi é a droga derivada da cocaína de uso altamente viciante, sua mistura é feita a base livre de cocaína oxidada, cerca de 80% da composição da droga é o combustível.
Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (6)

Foto: Divulgação.

Estamos todos enjoados de saber que as drogas realmente nunca fazem bem, e sim, destroem a saúde e a vida das pessoas, fazendo com que fiquem diferentes de alguém que não use qualquer que seja o seu tipo, sejam elas elas as drogas lícitas ou ilícitas, elas só acabam com aqueles que começam a usar, e logo a seguir se viciam, deixando sua dignidade e uma vida tranquila em troca de algo que só irar atrasar a cada momento.

Saiba a diferença

Existem vários tipos de drogas neste mundo, começando desde um simples cigarro até mesmo ao crack, um substância forte e violenta na qual denomina-se como uma droga ilícita (proibida por Lei para a comercialização legal), algo que prejudica a acaba com a saúde da pessoa que a usa. Além desta, há outras que também podem fazer com que o organismo se destrua de uma forma horrível.

Muitos não sabem, mas, mesmo que todas sejam chamadas de drogas, há dois setores no qual as drogas estão denominadas, são eles, os setores das drogas lícitas e ilícitas, as lícitas são aquelas legalizadas, produzidas e comercializadas livremente e que são aceitas pela sociedade, o exemplo disso são: (remédios, cigarros, bebidas como a cerveja e destilados).

- No caso das drogas ilícitas, estas são as mais pesadas, as chamadas: Crack, Maconha, Cocaína, a terrível Oxi e tantas outras mais, que durante anos vem destruindo famílias.

- Existem dois principais exemplos de drogas lícitas na nossa sociedade que durante décadas ela só vem aumentando em relação ao seu consumo, são o cigarro e o álcool, outros que também não escapam e há muitos casos de morte, são os orexígenos (moderadores de apetite), e benzodiazepínicos (remédios utilizados para reduzir a ansiedade), etc.


Efeitos que as drogas causam

Em relação a todas as drogas que citamos, todos são de efeito vicioso, ou seja, quando as pessoas provam algo, depois voltam a provar, e depois de novo, e novamente em seguida, isso pode ser um sintoma de vício, algo que acarreta em problemas futuros a saúde, provocando até mesmo a morte dependendo da droga, e o estado em que seu organismo estiver.

Existe a overdose e a cirrose, duas palavras fortes onde podem atingir qualquer pessoa que diariamente usam drogas em excesso, sejam elas lícitas ou ilícitas. No caso da overdose, ela pode ser causada tanto por drogas ilícitas apenas, como podem ser provocadas a mistura de ambas, ou seja, tomando alguma bebida alcoólica, misturando remédios fortes e ao mesmo tempo se drogando.

No vaso da cirrose, ela ocorre devido ao usuário constante de bebidas alcoólicas e destiladas, não que o remédio também não ajude a piorar, ou seja, uma pílula forte e que ataque o fígado, de onde a cirrose vem para acabar com a vida dos que não cuidam de si.


Fotos de drogas lícitas e ilícitas

Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (10)Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (9)Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (8)Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (7)Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (5)Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (4)Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (3)Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (2)Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (1)Drogas licitas e ilicitas fotos, imagens e efeitos (6)

Saiba mais

- Hoje em dia, há muitas formas de se escapar do vício das drogas, seja trabalhando, fazendo algum trabalho social junto a quem conhece, ou até mesmo se internando em Clínicas de Reabilitação Especializadas no assunto.


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook