Atualizado em: 20 abril 2012

Distribuição Eletrônica de Elétrons

Tire suas dúvidas com relação à química, mais especificamente sobre distribuição eletrônica.
Você Sabia?
Algumas tabelas periódicas podem ser excelentes auxiliares quando se fizer necessário trabalhar como tema, nelas é possível encontrar a distribuição eletrônica de cada elemento químico.
Distribuição eletrônica

Distribuição eletrônica de elétrons: as camadas que envolvem o núcleo e suas cargas de energia. (Foto: Divulgação)

Quando se trata de estudar química muitos não encaram com bons olhos. É certo que no colégio essa não foi a matéria mais fácil, pois envolvia as fórmulas, os cálculos e a tabela periódico, porém é necessário aprender um pouco e hoje iremos falar sobre a distribuição eletrônica dos elétrons.

Os elétrons ficam localizados ao redor do núcleo, que por sua vez está rodeado do que chamamos de camadas da eletrosfera.

publicidade:

Como são classificadas as camadas

Existem sete camadas com diferentes níveis de energia, elas foram nomeadas por letras, são elas: K, L, M, N, O, P e Q, sendo que cada uma delas possui uma carga diferente. Quanto mais distante do núcleo maior o nível de energia.

De acordo com os estudos os níveis são classificados em 1º, 2º, 3º, 4º, 5º, 6º e 7º. Cada uma dessas camadas é capaz de alojar determinado número de elétrons e através de testes construíram uma tabela que é utilizada sempre que se estuda distribuição eletrônica de elétrons.

Número de elétrons por camada

Número máximo de elétrons que cabe em cada camada ou nível de energia. (Foto: Divulgação)

A divisão das subcamadas

Em estudo que teria de ser feitos assim que se descobriu a presença dessas camadas e como classificá-las foi possível identificar também as subcamadas, que igualmente as camadas possuem níveis de energia.

Sendo assim, todo nível possui subnível de energia e para designá-los foram utilizadas as letras s, p, d, f, sendo que ‘s’ possui menor carga de energia e ‘f’ a maior.

Aqui também foi formulada uma tabela que indica os números de elétrons que cabem em uma subcamada.

As subcamadas

As subcamadas e o número de elétrons que cada uma suportas. (Foto: Divulgação)

 O que temos depois

Essa tabela é excelente para quem precisa lidar com o tema distribuição eletrônica o tempo inteiro, o básico está registrado nela.

Tabela completa

Camadas, subcamadas e quantidade de elétrons que nelas cabem. (Foto: Divulgação)

Linus Garl Pauling

Linus Garl Pauling foi um cientista americano que elaborou uma forma um dispositivo onde é possível organizar os subníveis em ordem crescente de energia, assim o experimento ficou conhecido como o diagrama de Pauling.

Observe:

Diagrama de Pauling

Diagrama de Pauling. (Foto: Divulgação)

 

Veja como distribuir eletronicamente os elétrons de um átomo

Distribuir os elétrons do átomo normal de xenônio (Z=54) em ordem de camada.

Solução:

K – 1s2
L – 2s2 2p6
M- 3s2 3p6 3d10 
N- 4s2 4p6 4d10 4f
O- 5s2 5p6 5d 5f
P- 6s 6p 6d
Q- 7s 7p

Resposta: K=2; L=8; M=18; N=18; O=8

Vídeo aula

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook