Atualizado em: 11 outubro 2011

Canaã - Resumo

Veja neste artigo, o resumo da obra “Canaã” de Graça Aranhas

Canaã debate o destino histórico do Brasil através de uma acalorada discussão entre duas personagens, Milkau e Lentz, que representam duas ideologias contrastantes.

Milkau representa a confiança e a força regeneradora do amor enquanto Lentz representa o ideário racista que apóia o colonialismo.

publicidade:

Resumo

Milkau, alemão recém-chegado no Espírito Santo, conhece Von Lentz, filho de um general alemão, e em uma curta viagem passam a discutir sobre o Brasil e seu povo. Enquanto Milkau acredita na mistura de raças como fonte de progresso e desenvolvimento e espera encontrar no Brasil a terra prometida, Canaã, Lentz é adepto da superioridade germânica e, por isso, acredita que a miscigenação gera uma raça e cultura inferiores e que somente está no país porque fora obrigado a se casar com a filha de um general amigo de seu pai.

Em uma celebração dos colonos Milkau fala a Lentz que era isso que ele procurava, uma vida tranquila e distante do ódio e conhece Maria, uma pobre jovem com uma história de dor e sofrimento.

Após alguns meses, Milkau a encontra em uma estalagem e a leva para viver na casa de uns colonos que a tratavam com desdém por ter sido expulsa da casa dos patrões por estar grávida do filho do casal, que fora mandado para longe para se afastar da moça e casar com outra jovem.

Com medo de retornar à casa dos colonos e estando fraca, Maria acaba dando a luz a um bebê que é devorado por uma vara de porcos que estava próxima. Acusada de ter matado o próprio filho, Maria é presa e levada ao julgamento. Percebendo que o fim de Maria seria terrível, Milkau acaba tirando a jovem da prisão e fugindo com ela para longe.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook