Atualizado em: 25 fevereiro 2011

Antropologia Cultural e Forense

A Antropologia geral há quatro áreas, nas quais, se dividem em: antropologia cultural, física, arqueologia e a lingüística. A antropologia Forense é exatamente uma das subdisciplinas da antropologia física. Então vamos por partes, veja abaixo o que é a Cultural e a Forense.
Antropologia Cultural:
Estuda o homem e as sociedades humanas na sua vertente cultural. Uma de suas questões sociais é a representação, tanto pela palavra como pela imagem. De acordo com a Infoescola, é central nesta disciplina a concentração da atenção na atuação do símbolo na interação humana. Neste ponto, a Antropologia Cultural converge para as pesquisas linguísticas, especialmente para as teorias de Ferdinand Saussure, no que se refere à língua, e de Charles Sanders Pierce, em relação à imagem.
A Wikipédia explica que o conceito de antropologia cultural implica os de:
a) Ciência Social – propõe conhecer o homem enquanto elemento integrante de grupos organizados.
b) Ciência Humana – volta-se especificamente para o homem como um todo: sua história, suas crenças, usos e costumes, filosofia, linguagem, características psicológicas, valores éticos etc.
Antropologia Forense:
Tem como objetivo a identidade e a identificação do ser humano. Trata-se de basicamente um ramo da medicina legal. Antropologia Forense é a aplicação legal da ciência. Utiliza conhecimentos da antropologia geral, com clara importância na esfera penal.

publicidade:

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook