Atualizado em: 29 setembro 2011

A Rosa do Povo - Resumo

Veja neste artigo, o resumo da obra “A Rosa do Povo” de Carlos Drummond de Andrade

A Rosa do Povo foi publicada em 1945, período marcado por grandes crises, como a Segunda Guerra Mundial e a Ditadura Vargas no Brasil.

Os especialistas afirmam que, para a boa compreensão dessa obra, é importante contextualizar os poemas ao período histórico em que o autor vivia, pois, apesar da temática e da técnica utilizadas serem variadas, o realismo social é bastante explorado por Drummond.

publicidade:

Resumo

O livro é composto por 55 poemas em que predominam o verso livre (métrica irregular) e o verso branco (sem rimas) e uma linguagem que varia entre o “estilo sublime”, ou seja, o uso elevado da língua culta, e o “estilo mesclado”, onde o autor utiliza-se tanto da linguagem culta quanto da linguagem coloquial para expressar seus sentimentos e emoções. Os poemas têm uma ideologia popular, mas, paradoxalmente, são acessíveis apenas a leitores com grandes conhecimentos poéticos.

Há sete temáticas básicas onde os poemas dessa obra são enquadrados: Poesia Social, Poesia de reflexão existencial, Poesia sobre a poesia, Poesia sobre o passado, Poesia sobre o amor, Poesia do cotidiano e Celebração dos amigos.

Os poemas mais importantes e mais estudados são “A Flor e a Náusea”, “Áporo” e “Procura da Poesia”.

 

Áporo

Um inseto cava

cava sem alarme

perfurando a terra

sem achar escape.

Que fazer, exausto,

em país bloqueado,

enlace de noite

raiz e minério?

Eis que o labirinto

(oh razão, mistério)

presto se desata:

em verde, sozinha,

antieuclidiana,

uma orquídea forma-se.

 

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook