Atualizado em: 29 setembro 2011

A Moratória - Resumo

Veja neste artigo, o resumo da obra “A Moratória” de Jorge de Andrade

A Moratória é uma peça teatral escrita em 1954 por Jorge de Andrade e encenada pela primeira vez em 1955. A obra relata a história de uma família de cafeicultores dos anos 20 que perdera a fazenda devido à crise de 1929 e a nova ordem imposta por Vargas nos anos de 1930.

O autor, apenas através de dois planos, uma ampla sala de uma antiga fazenda e uma pequena saleta mobiliada, consegue explorar e relacionar o passado e o presente que, gradativamente, passa de um para o outro.

publicidade:

Resumo

O cafeicultor Joaquim (Quim) é o protagonista da trama e o patriarca de uma família constituída pela esposa, Dona Helena, e pelos dois filhos, Marcelo e Lucília.

Quim é um homem autoritário apaixonado pela terra e ingênuo quanto a sua real situação.

Devido a questões econômicas da época e à má gestão da fazenda, Quim se vê arruinado e endividado, não tendo opção, a família muda-se para a pequena casa da cidade e Lucília, com sua costura, e Marcelo, com seu trabalho no frigorífico, passam a sustentar a família.

Quim deve ao famigerado “Banco”, mas tem esperança que conseguirá recuperar a fazenda assim que a famosa moratória, que todos sabiam que nunca viria, chegasse.

Lucília, que vira a possibilidade de se casar com Olímpio, filho do inimigo político de seu pai ir abaixo devido o autoritarismo paterno, não se rende a esperança vã do pai e se dedica inteiramente à costura, recuperando, assim, a dignidade da família, além de ser a responsável por proteger o pai de verdades mais cruéis como a falta de ajuda verdadeira de sua tia Elvira.

No fim, de forma simples, o protagonista tem seu momento de revelação e percebe a realidade que, há muito, tanto os telespectadores quanto as outras personagens já conheciam.

 

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook