Atualizado em: 10 dezembro 2013

Presidente do Barcelona é Acusado de Ficar com Dinheiro na Compra de Neymar

Saiba mais sobre a acusação que envolve o presidente Sandro Rossel que foi acusado de ficar com parte dos 40 milhões pagos como comissão à família de Neymar.
Você Sabia?
Que a história de Barcelona estende-se ao longo de mais de 4000 anos, desde finais do período neolítico, com os primeiros restos encontrados no território da cidade, até à época actual.
n_20131209102705_presidente_do_barca_e_acusado_de_desviar_ate_r_128_mi_da_compra_de_neymar_939123

Rosell foi acusado de ficar com parte dos 40 milhões de euros

Nesta segunda-feira, dia 9 de dezembro, o jornal espanhol El Mundo publicou a notícia de que o presidente do clube de futebol Barcelona, Sandro Rosell, foi acusado de ter desviado quarenta milhões de euros, algo próximo a cento e vinte e oito milhões de reais, da compra do jogador brasileiro Neymar. Quem acusa o presidente do adorado Barça, é Jordi Cases, tradicional oposição ao presidente.

Superfaturamento

Segundo o pouco que se sabe da transação de compra do jogador brasileiro do Santos pelo Barcelona, dos cinquenta e sete milhões e cem mil euros que foram gastos na compra do jogador, dezessete milhões e cem mil foram para o Santos e quarenta milhões, foi pago de comissão à família de Neymar.

publicidade:

A acusação de Jordi Cases ataca essa suposta comissão à família do jogador. Segundo ele, ninguém paga mais do que o dobro do que foi pago ao clube do jogador de comissão ao intermediário. Segundo Cases, ninguém acredita que foi isso mesmo que o Barcelona fez. Segundo o acusador, o presidente do Barcelona, Sandro Rosell, teria abocanhado toda essa quantia, ou parte dela. Como o dinheiro saiu dos cofres do clube, isso seria um crime de desvio de dinheiro.

Histórico de Denúncias

Sandro Rosell já esteve envolvido em outras denúncias. Amigo pessoas do ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira, Rosell estaria envolvido em um esquema de desvio de dinheiro em amistoso da seleção brasileira durante a gestão do amigo.

O esquema incluía empresas com sede nos Estados Unidos que são de Sandro Rosell.Obviamente, o presidente do Barcelona nega as acusações, mas está sendo investigado pela Audiência Nacional.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook