Atualizado em: 14 março 2012

Natação: história e estilos

Praticado em muitas academias ou clubes, a natação se tornou uma grande paixão de muitos brasileiros; aproveite e conheça mais sobre essa modalidade esportiva.
Você Sabia?
A nadadora brasileira Maria Lenk foi a primeira mulher sul-americana a participar de uma Olimpíada. Segundo as informações divulgadas por diversos historiadores dessa modalidade esportiva, ela participou dos Jogos de Los Angeles, em 1932.
Natação: história e estilos (2)

As pessoas quem praticam a natação consegue vários benefícios para o corpo, como a redução da gordura corporal.

Atualmente, um dos esportes que é mais indicado pela grande maioria dos médicos é a natação. Além do risco de lesões quase chegar ao zero, essa modalidade esportiva também é uma ótima opção para aquelas pessoas que querem trabalhar com todos os grupos musculares. Apesar do grande número de praticantes, muita gente ainda não conhece profundamente esse esporte. Para te ajudar, nós separamos algumas informações sobre a natação.

A história da natação

Usado na antiguidade como meio de sobrevivência dos povos, a natação começou a ser difundida como esporte na Europa a partir do século XIX. Na Inglaterra, surgiram as primeiras competições por volta de 1837. Nos anos seguintes, os ingleses começaram a organizar mais campeonatos dessa modalidade esportiva. Segundo as informações divulgadas por diversos historiadores, a natação começou a ser conhecida após alguns países europeus realizarem competições envolvendo atletas de vários lugares. No Brasil, a natação como esporte de competição surgiu em 1898, quando foi disputado o primeiro campeonato brasileiro de natação, que contou com a iniciativa do Clube de Natação e Regatas.

publicidade:

Estilos de nado

De acordo com as informações divulgadas por fontes oficiais dessa modalidade esportiva, existem quatro estilos de nado. Para te ajudar a conhecer um pouco mais de cada um, nós separamos algumas informações sobre os estilos existentes na natação.

Crawl

Conhecido como o estilo mais clássico, o nado crawl é um dos mais fáceis de fazer: o nadador se movimenta com o abdômen voltado para a água e as pernas batem embaixo da água, enquanto que os braços são “girados” alternadamente para dentro e fora da água.

Costas

No nado de costas, o praticante usa uma técnica parecida com a do crawl. A grande diferença é que ele faz isso de costas. Nas competições, os atletas, que vão nadar nesse estilo, largam de dentro da água.

Peito

Considerado o mais lento dos estilos, o nado de peito é um dos estilos que pede mais técnica do praticante. Com o abdômen voltado para a água, o nadador tem que mexer os braços e as pernas de forma simétrica, igual ao movimento de uma rã.

Borboleta

Após a largada, o nadador utiliza-se do nado golfinho por até 15 metros, onde deve submergir e iniciar o nado com os dois braços “girando” ao mesmo tempo em um movimento completo e combinado com a ondulação do restante do corpo.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook